TCT 2019 | FORZA: OCT vs. FFR para definir lesões intermediárias: é melhor a anatomia ou a função?

Gentileza da SBHCI.

Tanto o fluxo fracionado de reserva (FFR) quanto a tomografia de coerência ótica (OCT) podem ser métodos úteis para ajudar a definir lesões coronarianas intermediárias e para otimizar os resultados da angioplastia.

Highlights TCT 2019

O estudo FORZA, apresentado nas sessões científicas do TCT 2019 de São Francisco e simultaneamente publicado no JACC, randomizou 1:1 pacientes com lesões intermediárias a FFR vs. OCT.

Para o grupo randomizado a FFR fazia-se a angioplastia se o resultado era ≤ 0,8; para o grupo OCT continuava-se com a revascularização se a área de estenose era ≥ 75% ou entre 50% e 75% com uma área luminal mínima < 2,5 mm² ou se era observada uma ruptura da placa.

Avaliou-se a angina (pelo questionário de Seattle), eventos cardíacos maiores e custos no final do estudo. O desfecho primário foi a clássica combinação de MACE mais angina significativa (< 90 na escala de angina de Seattle) em 13 meses.


Leia também: TCT 2019 | PARTNER 3: Análise de Qualidade de Vida do Estudo Randomizado de tratamento percutâneo x cirúrgico em pacientes com estenose aórtica grave de baixo risco cirúrgico.


Um total de 350 pacientes com 446 lesões intermediárias foram randomizados a FFR (n = 176) ou OCT (n = 174).

O desfecho primário de MACE mais angina significativa em 13 meses ocorreu em 14,8% dos pacientes randomizados a FFR vs. 8% dos randomizados a OCT (p = 0,048). Este resultado foi conduzido pela ocorrência não significativa de cada um dos componentes do desfecho primário. 

No final do seguimento, a necessidade de medicação antianginosa foi significativamente maior no grupo FFR (p < 0,001) embora o custo total tenha sido muito menor (p < 0,001) em comparação com a OCT.

Conclusão

Em pacientes com lesões intermediárias por angiografia, guiar a conduta de revascularização com OCT se associou a menor taxa de desfecho combinado de MACE e angina significativa. O FFR foi preditor de maior necessidade de medicamentos para controlar os sintomas mas seu custo total foi muito menor.

Gentileza da SBHCI.

Link a publicação da SBHCI AQUI

Descargar (PDF, Unknown)

Descargar (PDF, Unknown)

Título do artigo original: FORZA: A Randomized Trial of Fractional Flow Reserve vs. Optical Coherence Tomography to Guide Revascularization of Intermediate Coronary Stenoses.

Autor do artigo original: Francesco Burzotta.

Gostaria de receber um resumo semanal com os últimos artigos científicos?

Sua opinião nos interessa. Pode deixar abaixo seu comentário, reflexão, pergunta ou o que desejar. Será mais que bem-vindo.

*

Top