Tag Archives: angioplastia coronaria

O melhor do Main Arena no SOLACI-SOCIME 2022 – ATC Novos Paradigmas

O melhor do Main Arena no SOLACI-SOCIME 2022 – ATC Novos Paradigmas

“ATC novos paradigmas” pelo Dr. Gregg Stone  Embora a maioria dos estudos sobre ATC em doença coronariana estável tenham demonstrado uma melhora da frequência de angina e da capacidade para a prática de exercício físico, não há uma redução significativa em termos de morte e IAM. Um dos principais fatores aos quais devemos estar atentos

ATC sobre arterias nativas o puentes venosos, ¿cuál tiene mejor pronóstico?

ATC em artérias nativas ou pontes venosas, qual das duas tem melhor prognóstico?

A necessidade de uma nova revascularização após a cirurgia de revascularização miocárdica (CRM) é frequente, seja por lesão severa gerada nas pontes, por hiperplasia intimal, trombose, aterosclerose ou progressão nas lesões dos vasos nativos.  É aí que se faz necessário determinar qual é a melhor estratégia em uma nova revascularização: uma angioplastia em uma ponte

Función de la mano luego del acceso radial distal, ¿es seguro?

Função da mão após intervenção por acesso radial distal: é seguro?

Já conhecemos o benefício do acesso radial para procedimentos intervencionistas. A principal limitação é a oclusão da artéria radial (RAO), que pode limitar sua posterior utilização para procedimentos percutâneos. Embora em termos clínicos trate-se de algo silente, o comprometimento pode chegar, segundo alguns estudos, a 33%. Recentemente o acesso radial distal (DRA) se perfilou como

IVUS vs OCT para guiar la angioplastia ¿Cuál elegir?

Angioplastia coronariana guiada com IVUS: resultados alentadores no seguimento de 3 anos

O IVUS foi avaliado em vários estudos para guiar o implante dos DES. Dois estudos randomizados, como são o IVUS-XPL (Impact of Intravascular Ultrasound Guidance on the Outcomes of Xience Prime Stents in Long Lesions) e o ULTIMATE (Intravascular Ultrasound Guided Drug Eluting Stents Implantation in All-Comers Coronary Lesions), demonstraram uma diminuição da necessidade de

Resonancia vs FFR en lesiones no culpables del infarto

OCT em pacientes com SCACEST: é seguro utilizá-la para evitar implante de stent?

A angioplastia coronariana em pacientes com infarto agudo do miocárdio (IAM) nos quais o mecanismo fisiopatológico é a erosão de placa ou os mecanismos não ateroscleróticos (como a dissecção coronariana espontânea) não seria benéfica segundo estudos recentes.  O estudo EROSION (Effective Anti-Thrombotic Therapy Without Stenting: Intravascular Optical Coherence Tomography–Based Management in Plaque Erosion) mostrou que

¿Es frecuente el uso de IVUS para guiar la ATC?

IVUS na ATP fêmoro-poplítea: deveríamos começar a utilizá-lo?

Há aproximadamente duas décadas a angioplastia é o tratamento preferencial no território fêmoro-poplíteo e embora os resultados tenham melhorado com o desenvolvimento da tecnologia e com a maior experiência dos operadores, a utilização do IVUS – que demonstrou seu benefício na ATC, inclusive diminuindo a mortalidade no tronco da coronária esquerda –, neste território específico

Con la salida del mercado del Absorb surgen nuevas plataformas bioabsorbibles

Com a saída do mercado do Absorb surgem novas plataformas bioabsorvíveis

Pelo fato de restaurar a fisiologia vascular, remover o foco de inflamação, a possibilidade de fratura e de neoaterosclerose, inerentes aos stents farmacológicos (DES), as plataformas bioabsorvíveis oferecem o potencial de melhorar resultados a longo prazo. Vários materiais bioabsorvíveis foram testados, principalmente o ácido polilático, que apresenta muitas limitações e culminaram com a retirada do

Mortalidad y volumen de angioplastias de un centro ¿Tienen relación?

É possível relacionar mortalidade e volume de angioplastias de um centro?

A relação entre o volume de procedimentos e o prognóstico após uma angioplastia coronariana ainda não está clara. Intuitivamente poderíamos pensar que para maior volume do centro os resultados deveriam ser melhores, com a conseguinte diminuição da mortalidade. Contudo, ao analisar os trabalhos publicados, a relação não é clara, já que há estudos que vão em

Mortalidad a un año en infarto post PCI

Mortalidade em um ano em infarto pós-PCI

Gentileza do Dr. Brian Nazareth Donato. Existem diversas definições propostas para o diagnóstico de infarto pós-procedimento, sendo que cada uma delas se vale de biomarcadores e limiares variáveis. A última atualização da Terceira Definição Universal de Infarto do Miocárdio decidiu utilizar somente o valor de troponina com um limiar superior a 5 acima do valor

troponina t ultrasensible valor pronóstico

Elevação de troponina T ultrassensível pós-angioplastia não oferece valor prognóstico

O valor prognóstico da elevação da troponina T ultrassensível (TnT) após uma angioplastia eletiva em pacientes com ou sem valores basais elevados não está claro.   O objetivo deste estudo foi medir o valor prognóstico dos níveis de troponina T ultrassensível pós-procedimento eletivo e se isso pode estar influenciado pelos valores basais de TnT.  

Top