Doença coronária articles

FFR para guiar la revascularización en SCA

FFR para predizer o resultado das pontes: puro benefício em uma população demasiadamente pura?

FFR para predizer o resultado das pontes: puro benefício em uma população demasiadamente pura?

As pontes coronarianas anastomosadas a um vaso com FFR (fluxo fracionado de reserva) normal ou quase normal têm menor perviedade após um ano em comparação com as pontes anastomosadas a vasos com lesões funcionalmente significativas demonstradas por FFR. No entanto, o recente estudo FARGO (Fractional Flow Reserve Versus Angiography Randomization for Graft Optimization) não mostrou

Balancear el riesgo de sangrado vs trombótico para definir el tiempo de doble antiagregación

A anticoagulação pode afetar a vida útil das pontes coronarianas?

A estratégia de tratamento antiplaquetária que balanceie de forma ótima o risco trombótico e o de sangramento nos pacientes que são submetidos a cirurgia de revascularização miocárdica não está claro. Entretanto, parece certeiro afirmar que alguma anticoagulação é necessária para evitar a trombose precoce, principalmente no que se refere às pontes venosas. Também devemos considerar

La anticoagulación jugando un papel controvertido en el TAVI

Angioplastia e necessidade de anticoagulação: qual a melhor estratégia?

A maioria dos pacientes com fibrilação atrial necessitam anticoagulação oral para diminuir o risco de AVC ou embolia sistêmica. Atualmente, isso se consegue com os novos anticoagulantes orais diretos, os quais apresentam menos risco de sangramento intracraniano que os velhos antagonistas da vitamina K. Por outro lado, entre 5% e 10% dos pacientes que são

Por primera vez se publican guías de prevención primaria ¿Serán útiles en todos los pacientes?

Pela primeira vez são publicadas diretrizes de prevenção primária: seriam úteis para todos os pacientes?

A ACC/AHA recentemente publicaram as diretrizes de prevenção primária para doença cardiovascular. Em um primeiro momento isso foi visto como algo útil para os clínicos que previamente não tinham mais remédio que revisar separadamente consensos de especialistas ou guias da prática clínica para hipertensão, colesterol, diabetes, etc. Agora tudo está consolidado em uma só referência,

Monto de isquemia basal en pacientes con múltiples vasos y evolución a largo plazo

Massa de isquemia basal em pacientes com múltiplos vasos e evolução a longo prazo

Segundo esta recente análise do estudo MASS II que proximamente será publicada no JAMA, a isquemia basal não se associa a eventos após 10 anos em pacientes com angina crônica estável. A massa isquêmica induzida com o exercício não prediz eventos nem a função ventricular a longo prazo. Esse dado deixa suspensos os resultados do

Estenosis aórtica severa asintomática en añosos: ¿cuándo intervenir?

Como evitar o tratamento farmacológico excessivo em idosos

O risco cardiovascular se incrementa dramaticamente com a idade, o que leva, por exemplo, ao tratamento quase universal com estatinas baseando-se no risco para a população idosa. Para evitar o tratamento excessivo nessa população é necessário identificar, por um lado, aqueles indivíduos com fragilidade (pacientes prostrados ou com demência senil), que põem em dúvida a

Score de Calcio, “dónde está” parece más importante que “cuánto hay”

Escore de Cálcio, “onde está” parece ser mais importante que “quanto há”

A presença de uma significativa quantidade de cálcio no tronco da coronária esquerda se associa de maneira independente com 20% a 30% mais de risco de morte cardiovascular e por qualquer causa em adultos assintomáticos. Isso coloca em foco o fato de não ser importante somente quanto cálcio há mas também onde o mesmo se

DES con polímero bioabsorbible vs Bare Metal Stents en angioplastia primaria

DES com polímero bioabsorvível vs. Bare Metal Stents em angioplastia primária

Depois de os guias de revascularização miocárdica terem sentenciado que já não existem razões médicas para continuar utilizando os Bare Metal Stents, surge este trabalho que refresca os velhos estudos que contrapunham os DES aos Bare no contexto da angioplastia primária. O problema para muitos países é que a angioplastia primária, por motivos óbvios, é

¿Se justifica utilizar filtro de protección distal en los puentes venosos?

A proteção gástrica volta aos holofotes após várias idas e vindas

Vários guias clínicos variam sua recomendação de acordo com a prescrição de inibidores da bomba de prótons em pacientes que estejam recebendo dupla antiagregação plaquetária após um infarto. Em 2015 a Sociedade Europeia (ESC) recomendava seu uso em pacientes com alto risco de sangramento, mas depois da atualização de 2017 passou a recomendá-la para todos

Momento óptimo para revascularizar un infarto con elevación transitoria del ST

Infartos periprocedimiento em angioplastia vs. em cirurgia do tronco da coronária esquerda

Segundo o estudo EXCEL os infartos periprocedimento foram mais comuns após a cirurgia do tronco da coronária esquerda em comparação com a angioplastia, o que se associou de maneira contundente com um aumento da mortalidade após 3 anos depois do controle de todos os possíveis elementos de confusão. Este aumento da mortalidade foi observado somente

Lo más leído de Junio en cardiología intervencionista

Os Artigos Mais Lidos em Cardiología Intervencionista

1- O que fazer com níveis de pressão entre 130/80 e 139/89 mmHg? A decisão a tomar em um paciente livre de tratamento que apresenta cifras de tensão arterial acima de 160 mmHg de sistólica ou 100 mmHg de diastólica é fácil e está respaldada pelos guias: é necessário iniciar o tratamento imediatamente juntamente com

Top