Doença vascular periférica articles

Síndrome de Hiperperfusión cerebral post-angioplastia carotídea: una complicación prevenible

Devem os cardiologistas intervencionistas se envolver no AVC agudo?

Devem os cardiologistas intervencionistas se envolver no AVC agudo?

Segundo este trabalho realizado em um só centro e publicado no J Am Coll Cardiol Intv, os cardiologistas intervencionistas podem realizar de forma segura e com uma alta probabilidade de sucesso técnico e clínico a revascularização dos AVC agudos. Este avanço dos cardiologistas sobre os neurologistas intervencionistas se deve simplesmente à escassez dos segundos, com

Os Artigos Mais Lidos em Cardiología Intervencionista de agosto

1-A FDA expande a indicação do TAVI a pacientes de baixo risco Tanto a válvula autoexpansível Evolut R quanto sua concorrente direta, a válvula expansível por balão Sapien 3, receberam, em 16 de agosto de 2019, a autorização para serem indicadas em pacientes de baixo risco. Leia mais AQUI 2-Mecanismos de persistência da angina após

Nuevas estrategias en el territorio femoropoplíteo

Devemos começar a utilizar o acesso retrógrado na isquemia crítica crônica?

Gentileza do Dr. Carlos Fava. A doença vascular periférica em membros inferiores se encontra em franca ascensão. A impossibilidade de poder resolvê-la por acesso anterógrado se relaciona com amputação e morte. Há já algum tempo se começou a utilizar o acesso retrógrado quando não é possível fazer a revascularização da forma clássica. Embora exista evidência

Protrusión de placa en angioplastia carotidea ¿Qué riesgo implica y cómo prevenirlo?

Qual é o verdadeiro impacto da doença vascular periférica no TAVI?

Gentileza do Dr. Carlos Fava. Ainda não está clara qual é a verdadeira incidência da doença vascular periférica (DVP) no TAVI. Diferentes relatórios a situam entre 10%-46%, mas está demonstrado que impacta de forma negativa em sua evolução. Foram analisados 51.685 pacientes que receberam TAVI. Dentre eles, 12.740 apresentavam DVP (24,6%). Os pacientes com DVP

Lo más leído de Julio en solaci.org

Os Artigos Mais Lidos em Cardiología Intervencionista de Julho

1-A pressão sistólica parece ter mais importância, mas a diastólica não deve ser subestimada A hipertensão sistólica se associa de forma mais contundente a eventos cardiovasculares, mas a pressão diastólica não deve ser subestimada já que também é capaz de predizer piores resultados. Leia mais AQUI 2-A proteção gástrica volta aos holofotes após várias idas

Filtros carotídeos permanentes em pacientes com fibrilação atrial.

Esta nova estratégia para diminuir o risco de AVC em pacientes com fibrilação atrial é tecnicamente factível e segura, embora ainda tenha que passar na prova do tempo e superar a evidência que têm, por exemplo, os dispositivos de oclusão do apêndice atrial esquerdo. É bem verdade que uns e outros poderiam ser usados simultaneamente,

Tasa de stroke post cirugía vs angioplastia coronaria en un análisis de más de 10.000 pacientes

Angioplastia vs. cirurgia em isquemia de membros inferiores

Esta análise dos dados do estudo já publicado “Bypass Versus Angioplasty in Severe Ischemia of the Limb (BASIL-1)” confirmam a superioridade da cirurgia sobre a angioplastia com balão com ou sem stent em pacientes com isquemia crônica de membros inferiores que necessitam ser submetidos a intervenção em território femoropoplíteo. Embora as intervenções tenham sido realizadas

Efecto a largo plazo de los balones liberadores con bajas dosis de paclitaxel

A FDA faz uma nova atualização sobre os dispositivos com paclitaxel

Uma nova carta da FDA confirma os sinais de mortalidade com os dispositivos (balões e stents) eluidores de paclitaxel em território periférico. Embora esta carta recentemente publicada confirme os dados, ela não faz nenhuma nova recomendação sobre o uso de ditos dispositivos. Após considerar os resultados das análises feitas pela própria FDA e discutir durante

Continuar con la actividad física luego de un IAM reduce la mortalidad

Exercício supervisionado e revascularização para claudicação intermitente

A combinação de tratamento médico ótimo com angioplastia e com o exercício supervisionado parece ser a primeira linha de tratamento para os pacientes com claudicação intermitente em termos de máxima distância caminhada e qualidade de vida. Esta combinação requer uma equipe multidisciplinar para obter os melhores resultados. O objetivo deste trabalho foi realizar uma metanálise

Filtro em veia cava para todos os pacientes pós-trauma severo

Não existia até hoje a evidência que justificasse o implante precoce de um filtro na veia cava para reduzir o risco de tromboembolismo pulmonar em pacientes com trauma severo que têm contraindicação para anticoagulação profilática. Este artigo, que proximamente será publicado no NEJM, traz-nos evidência contundente, perante a qual temos que nos render. O implante

Mejorando los resultados luego de la revascularización de miembros inferiores

Melhorando os resultados após a revascularização de membros inferiores

A habilidade dos operadores combinada com o aprimoramento e diversidade dos dispositivos para revascularizar membros inferiores aumentou claramente na última década. No entanto, a pergunta que surge é se esta factibilidade técnica que antes não tínhamos está se traduzindo em uma melhora clínica para os pacientes ou simplesmente está aumentando o ego dos Intervencionistas. Este

Top