Farmacologia articles

Programas de ejercicios en la enfermedad vascular periférica

Quanto exercício deveríamos indicar para reduzir a mortalidade?

Quanto exercício deveríamos indicar para reduzir a mortalidade?

A atividade física demonstrou sua potencialidade na redução da mortalidade de uma maneira dose/resposta similar à de qualquer fármaco. Mas ainda há perguntas que devem ser respondidas. Algumas delas são: há um mínimo indispensável de exercício para obter benefícios? Há uma dose “tóxica de exercício”? E, finalmente, o exercício beneficia a todos por igual? Este

Saltearse el desayuno y riesgo cardiovascular

Saltar o café da manhã e risco cardiovascular

Vários estudos associaram o fato de saltar a primeira refeição do dia (não tomar o café da manhã ou fazê-lo muito frugalmente) com um aumento dos fatores de risco cardiometabólico como a obesidade, a hipertensão, a dislipidemia, diabetes e síndrome metabólica.  Este trabalho examinou toda a evidência disponível sobre não tomar o café da manhã

cardiovascular health

Suplementos de vitamina D para prevenir doença cardiovascular e câncer

Um suplemento ou qualquer coisa que pudesse diminuir ao mesmo tempo o risco de doença cardiovascular e o risco de câncer seria realmente algo revolucionário. Este trabalho publicado no NEJM tentou provar que o suplemento de vitamina D poderia diminuir o risco dos dois males, diga-se de passagem, as mais frequentes do mundo. No entanto,

Bebidas azucaradas y con edulcorante asociadas a eventos cardiovasculares y mortalidad

Bebidas artificialmente adoçadas e risco d e Alzheimer

As bebidas artificialmente adoçadas (com diferentes tipos de adoçantes) poderiam ser responsáveis pelo aumento do risco de doenças cerebrovasculares e até quase o triplo de risco de ocorrência de demência por doença de Alzheimer.  Tanto as bebidas açucaradas quanto as artificialmente adoçadas se associaram a risco cardiometabólico, doença cerebrovascular e demência. Este trabalho avaliou prospectivamente

Nuevas guías de dislipemia

Consumo de ovos e mortalidade por eventos cardiovasculares

De acordo com este trabalho recentemente publicado na prestigiosa revista JAMA, o consumo elevado de colesterol ou de ovos (cujas gemas apresentam uma alta concentração de dito lipídio) se associa significativamente a um maior risco de eventos cardiovasculares e mortalidade por qualquer causa, com uma curva típica de dose/efeito. Segundo os autores, esta informação deveria

ticagrelor diabeticos

Idosos e polifarmácia: o que deveríamos suspender?

É muito frequente que recebamos pacientes idosos polimedicados (com até mais de 10 drogas diferentes) que nos pedem para reavaliar as indicações para, dentro das possibilidades, suspender algum (ou alguns) medicamento(s). As razões são variadas: difícil aderência, esquecimento, confusão com as doses e, lamentavelmente, o custo monetário se impõe como a causa mais frequente.  As

La complejidad de la angioplastia puede definir el tiempo de doble antiagregación

Monoterapia de ticagrelor um mês após o implante de um DES

O GLASSY é um subestudo pré-especificado do GLOBAL LEADERS que mostrou que a monoterapia de ticagrelor após um mês de dupla antiagregação é não inferior (mas não superior) ao tratamento convencional em termos de eventos isquêmicos. No que se refere à segurança, a monoterapia de ticagrelor não conseguiu reduzir os sangramentos maiores em comparação com

Bebidas azucaradas y con edulcorante asociadas a eventos cardiovasculares y mortalidad

Bebidas açucaradas e com adoçante associadas a eventos cardiovasculares e mortalidade

Apesar de o consumo de refrigerantes ter diminuído na maioria dos países do Ocidente nos últimos 20 anos, estes continuam sendo a principal fonte de açúcares simples na dieta. As recomendações da Organização Mundial da Saúde são de entre 25 e 50 gramas de açúcares simples por dia e dita dose está coberta com apenas

Pretratamiento con estatinas para prevenir eventos peri angioplastia carotidea

Prevenção secundária: uma responsabilidade que não deveríamos delegar

Após uma angioplastia coronariana o uso de fármacos de comprovada eficácia na redução de eventos maiores vai declinando com o tempo, o que se relaciona com um pior prognóstico para nossos pacientes.  Às vezes, sem querer, podemos transmitir a sensação aos pacientes de que depois do implante do stent a artéria está “curada” ou que

anticoagulated patients that receive angioplasty

Beneficio da anticoagulação em idosos com fibrilação atrial

As diretrizes recomendam a anticoagulação oral para todos os pacientes ≥ 75 anos com fibrilação atrial. Há, no entanto, escassa evidência do benefício clínico específico em idosos.  Este trabalho analisou o benefício clínico específico por toda a vida nos pacientes de mais de 75 anos com fibrilação atrial tratados com varfarina ou apixabana em comparação

Top