arquivo articles

Protrusión de placa en angioplastia carotidea ¿Qué riesgo implica y cómo prevenirlo?

Crest-2 Registry: a angioplastia carotídea apresenta uma baixa taxa de mortalidade e AVC

Crest-2 Registry: a angioplastia carotídea apresenta uma baixa taxa de mortalidade e AVC

Gentileza do Dr. Carlos Fava. Nos estudos modernos a angioplastia carotídea (CAS) tem demonstrado ser equivalente à cirurgia (CEA) em termos de desfechos compostos de AVC periprocedimento, morte, infarto agudo do miocárdio e AVC ipsilateral tardio. Isso foi demonstrado em grupos tratados com operadores treinados.  No CREST-2 Registry (C2R) foram incluídos 2.141 pacientes, realizando-se 2.219

Programas de ejercicios en la enfermedad vascular periférica

Quanto exercício deveríamos indicar para reduzir a mortalidade?

A atividade física demonstrou sua potencialidade na redução da mortalidade de uma maneira dose/resposta similar à de qualquer fármaco. Mas ainda há perguntas que devem ser respondidas. Algumas delas são: há um mínimo indispensável de exercício para obter benefícios? Há uma dose “tóxica de exercício”? E, finalmente, o exercício beneficia a todos por igual? Este

Nuevas estrategias en el territorio femoropoplíteo

A ATP em lesões femoropoplíteas longas apresenta resultados razoáveis

Gentileza do Dr. Carlos Fava. Aproximadamente a metade das lesões tratadas em território periférico correspondem à região femoropoplítea. Um dos obstáculos a serem transpostos são as lesões longas que, além de se relacionarem com maior mortalidade e morbidade, implicam um desafio no momento de realizar a revascularização.  Com o atual desenvolvimento dos stents de nitinol

Evaluación Hemodinámica de la Insuficiencia Aórtica post TAVR

Tratamento médico vs. endovascular em dissecção tipo B não complicada

Com várias idas e voltas o tratamento de uma dissecção aórtica tipo B não complicada continua sendo incerto. Vários trabalhos com limitações metodológicas mostraram que o tratamento endovascular somado ao melhor tratamento médico poderia ser benéfico vs. apenas o tratamento médico.  A razão de ser desta metanálise foi tentar definir mais claramente a estratégia de

Inflamación crónica, enfermedad coronaria y cáncer: distintas caras de una misma moneda

Inflamação crônica, doença coronariana e câncer: distintas caras de uma mesma moeda

Um grau leve de inflamação objetivado por uma elevação nos níveis plasmáticos de proteína C reativa são um fator de risco para a doença cardiovascular. Existe também evidência de que dita inflamação poderia estar relacionada com um maior risco de câncer.  Este estudo prospectivo avalia a relação entre graus baixos de inflamação sistêmica e o

Saltearse el desayuno y riesgo cardiovascular

Saltar o café da manhã e risco cardiovascular

Vários estudos associaram o fato de saltar a primeira refeição do dia (não tomar o café da manhã ou fazê-lo muito frugalmente) com um aumento dos fatores de risco cardiometabólico como a obesidade, a hipertensão, a dislipidemia, diabetes e síndrome metabólica.  Este trabalho examinou toda a evidência disponível sobre não tomar o café da manhã

cardiovascular health

Suplementos de vitamina D para prevenir doença cardiovascular e câncer

Um suplemento ou qualquer coisa que pudesse diminuir ao mesmo tempo o risco de doença cardiovascular e o risco de câncer seria realmente algo revolucionário. Este trabalho publicado no NEJM tentou provar que o suplemento de vitamina D poderia diminuir o risco dos dois males, diga-se de passagem, as mais frequentes do mundo. No entanto,

Bebidas azucaradas y con edulcorante asociadas a eventos cardiovasculares y mortalidad

Bebidas artificialmente adoçadas e risco d e Alzheimer

As bebidas artificialmente adoçadas (com diferentes tipos de adoçantes) poderiam ser responsáveis pelo aumento do risco de doenças cerebrovasculares e até quase o triplo de risco de ocorrência de demência por doença de Alzheimer.  Tanto as bebidas açucaradas quanto as artificialmente adoçadas se associaram a risco cardiometabólico, doença cerebrovascular e demência. Este trabalho avaliou prospectivamente

Nuevas guías de dislipemia

Consumo de ovos e mortalidade por eventos cardiovasculares

De acordo com este trabalho recentemente publicado na prestigiosa revista JAMA, o consumo elevado de colesterol ou de ovos (cujas gemas apresentam uma alta concentração de dito lipídio) se associa significativamente a um maior risco de eventos cardiovasculares e mortalidade por qualquer causa, com uma curva típica de dose/efeito. Segundo os autores, esta informação deveria

ticagrelor diabeticos

Idosos e polifarmácia: o que deveríamos suspender?

É muito frequente que recebamos pacientes idosos polimedicados (com até mais de 10 drogas diferentes) que nos pedem para reavaliar as indicações para, dentro das possibilidades, suspender algum (ou alguns) medicamento(s). As razões são variadas: difícil aderência, esquecimento, confusão com as doses e, lamentavelmente, o custo monetário se impõe como a causa mais frequente.  As

Top