Tag Archives: múltiplos vasos

Revascularização completa em etapas vs. vaso culpado a longo prazo

Revascularização completa em etapas vs. vaso culpado a longo prazo

A revascularização completa em etapas em pacientes com um infarto agudo do miocárdio em curso e lesões em outros vasos supera a angioplastia da artéria culpada isoladamente após 5 anos de seguimento. Os resultados desta análise retrospectiva mostram o benefício da angioplastia em etapas, embora dito benefício possa ser relativizado em pacientes diabéticos. Os resultados

Stent directo vs angioplastia convencional y sus interacciones con la trombo-aspiración

Revascularização em pacientes com múltiplos vasos, diabetes e insuficiência renal

Conforme este novo estudo os eventos são similares em pacientes coronarianos diabéticos e com insuficiência renal crônica revascularizados com angioplastia ou cirurgia. Este é um dos primeiros trabalhos que nos dá um enfoque real do prognóstico dos pacientes revascularizados nestas condições, isto é, com diabetes e insuficiência renal crônica.   Em princípio tudo indica que

Se rompe el mito de la isquemia silente en los diabéticos

Em diabéticos com doença de múltiplos vasos não é necessário calcular o SYNTAX para decidir a estratégia

Em pacientes diabéticos com múltiplos vasos, a complexidade anatômica avaliada pelo escore SYNTAX é um preditor independente de eventos combinados somente para aqueles pacientes que receberam angioplastia, sem afetar em absoluto o resultado da cirurgia. O escore não deve ser usado para tomar uma decisão de estratégia de revascularização se o paciente for diabético e

AHA 2018 | Seguimiento a largo plazo del Freedom: se mantiene el beneficio a favor de la cirugía

AHA 2018 | Seguimento a longo prazo do Freedom: mantém-se o benefício a favor da cirurgia

A quase 8 anos de seguimento a cirurgia mantém a vantagem em termos de mortalidade por sobre a angioplastia em pacientes diabéticos com múltiplos vasos segundo o estudo Freedom, apresentado pelo Dr. Fuster no congresso da AHA e simultaneamente publicado no JACC. A cirurgia se mantém superior à angioplastia observando-se 36% mais de mortalidade quando

AHA 2018 | Safenectomía endoscópica en pacientes para cirugía de revascularización miocárdica

AHA 2018 | Safenectomia endoscópica em pacientes para cirurgia de revascularização miocárdica

Para aqueles pacientes que forem ser submetidos a revascularização miocárdica, a extração endoscópica das veias safenas em mãos experientes é similar ao método tradicional em termos de eventos segundo este trabalho randomizado apresentado no Congresso da AHA e simultaneamente publicado no NEJM. Este trabalho, chamado REGROUP, pôde demonstrar que os pacientes se recuperam mais rapidamente

La cirugía parece superior a la angioplastia en pacientes jóvenes

A revascularização completa melhora o prognóstico a longo prazo em síndromes coronarianas agudas

Realizar uma intervenção que vá além da artéria culpada durante a angioplastia se associou a menor mortalidade, embora este seja um estudo de coorte que deve ser confirmado com estudos randomizados. Os pacientes que apresentam um infarto sem elevação do segmento ST e doença de múltiplos vasos parecem se beneficiar da revascularização completa no momento

Tasa de stroke post cirugía vs angioplastia coronaria en un análisis de más de 10.000 pacientes

Taxa de AVC pós-cirurgia vs. angioplastia coronariana em uma análise de mais de 10.000 pacientes

A taxa de novas revascularizações tem sido, historicamente, o ponto fraco da angioplastia quando comparada à cirurgia: ainda não podemos competir com uma boa ponte mamária esquerda conectada à artéria descendente anterior.   As novas revascularizações são, por sua vez, a debilidade dos desfechos que os trabalhos classicamente avaliam. Vários estudos já nos mostraram que

FUTURE: una piedra en el zapato para el FFR y más preguntas que respuestas

ESC 2018 | FUTURE: uma pedra no sapato para o FFR e mais perguntas que respostas

Como foi observado na análise preliminar que motivou a finalização prematura do estudo FUTURE, o uso de fluxo fracionado de reserva (FFR) para guiar a revascularização em uma população não selecionada com múltiplos vasos se associou ao dobro de mortalidade após um ano, sem benefício em outros desfechos. Embora no desfecho primário combinado de mortalidade

CULPRIT-SHOCK: los resultados a 1 año continúan soportando tratar solo la arteria culpable

ESC 2018 | CULPRIT-SHOCK: resultados após 1 ano de seguimento continuam respaldando o tratamento de somente a artéria culpada

O aumento da taxa de revascularização e a insuficiência cardíaca não justificam a vantagem em termos de mortalidade precoce que tem o tratamento de somente a artéria culpada em pacientes cursando um infarto agudo de miocárdio em choque cardiogênico. O seguimento de um ano do CULPRIT-SHOCK reforça a ideia de tratar somente a artéria responsável

EuroPCR 2018 | SYNTAX II: resultados a 2 años de la mejor angioplastia vs cirugía en múltiples vasos

EuroPCR 2018 | SYNTAX II: resultados de 2 anos da melhor angioplastia vs. cirurgia em múltiplos vasos

Desde a publicação do SYNTAX original houve grandes avanços técnicos que influenciaram os resultados da angioplastia: Novas ferramentas para a estratificação do risco com o escore SYNTAX II que incorpora variáveis clínicas e anatômicas para orientar a decisão da equipe. Revascularização funcional (uso híbrido de iFR ou FFR). Otimização no implante do stent por IVUS.

Top