Tag Archives: stents farmacológicos

Los balones farmacológicos pasaron la prueba del tiempo en territorio femoropoplíteo

Balões farmacológicos vs. stents farmacológicos em angioplastia primária

Balões farmacológicos vs. stents farmacológicos em angioplastia primária

Tal vez a teoria de não deixar nada para trás possa se concretizar, ao menos no contexto da angioplastia primária. O estudo REVELATION, que será publicado nos próximos dias no J Am Coll Cardiol Intv mostrou que os balões eluidores de paclitaxel foram não inferiores aos stents farmacológicos (DES) em termos do valor de FFR

Struts finos, muy finos y ultrafinos con polímero permanente o degradable ¿Cuál es la mejor combinación?

Struts finos, muito finos e ultrafinos com polímero permanente ou degradável: qual é a melhor combinação?

Os resultados de três anos do estudo BIO-RESORT, que proximamente serão publicados no JACC Intv. mostram que apesar das significativas diferenças entre os stents no que se refere à espessura dos struts e à capacidade de reabsorver o polímero, não parece haver por isso uma diferença significativa entre os dispositivos em relação à sua segurança

EuroPCR 2019 | Stent Firehawk continúa con sus buenos resultados a 2 años frente al Xience

EuroPCR 2019 | Stent Firehawk continua com seus bons resultados após 2 anos em comparação com o Xience

De acordo com os resultados do estudo TARGET, apresentado ontem no EuroPCR 2019 e simultaneamente publicado no J Am Coll Cardiol Intv, este dispositivo fabricado na China, eluidor de sirolimus por sua face abluminal e com polímero biodegradável mostrou uma eficácia e segurança muito similar à do stent “gold standard” eluidor de everolimus Xience após

DES de 2.0 mm para vasos muy pequeños: ¿Es viable?

Stents farmacológicos vs. balões farmacológicos em reestenose intrastent

A teoria de não agregar uma nova camada de metal na artéria soava atraente e foi o que motivou o surgimento dos balões farmacológicos como uma estratégia para tratar a reestenose intrastent. “Já há um stent prévio, só é necessário dilatar e deixar a droga”, era o que dizíamos quando surgiu esta tecnologia. O resultado

stent

COMBO stent: sirolimus por fora e anti-CD34 por dentro: será este o futuro?

Nesta grande coorte de pacientes tratados com o stent COMBO com terapia dual observaram-se excelentes resultados em 1 ano (MASCOT Post Marketing Registry) e o seguimento de pacientes continua vigente com a finalidade de determinar a segurança e eficácia deste dispositivo a longo prazo.  O COMBO stent é o novo dispositivo que contém sirolimus abluminal

stent

Os resultados de DES contemporâneos em diabéticos deixam o Freedom obsoleto?

Apesar das esperanças que pusemos nas novas gerações de stents farmacológicos, os pacientes diabéticos continuam tendo um prognóstico diferente – tanto em termos clínicos quanto em termos angiográficos – que os pacientes não diabéticos. Os autores pesquisaram o impacto da diabete nos pacientes que receberam angioplastia com o stent farmacológico contemporâneo no estudo BIONICS (BioNIR

DES de 2.0 mm para vasos muy pequeños: ¿Es viable?

Os novos DES de hastes ultrafinas superam a 2° geração?

Os novos stents farmacológicos de hastes ultrafinas estão mostrando um menor risco de galha da lesão alvo graças a uma menor taxa de infarto agudo do miocárdio e uma taxa similar de revascularização segundo esta metanálise que será publicada proximamente no Circulation. Dita diferença se evidencia em um ano de seguimento comparando-se com a clássica

EuroPCR 2018 | DESSOLV III: polímero bioabsorbible vs durable a 2 años

EuroPCR 2018 | DESSOLV III: polímero bioabsorvível vs. durável a 2 anos

O polímero recobre a maioria dos stents farmacológicos e serve para conter a droga antiproliferativa. Uma vez liberada a droga, o polímero continua ali e já foi associado a inflamação, reestenose e neoaterosclerose. O dispositivo MiStent possui um polímero bioabsorvível uma vez que a droga é liberada e poderia, teoricamente, reduzir a resposta inflamatória do

A diabetes silente é o novo inimigo oculto

Um de cada três pacientes “não diabéticos” que recebem angioplastia com stents farmacológicos atuais têm o metabolismo da glicemia alterado e isso se conjuga com um risco 4 vezes superior de eventos, segundo um estudo que será publicado em breve no JACC intv. Um de cada três pacientes é um número realmente muito alto de pacientes e um

CRM vs DES: ¿Cuál se asocia mejor calidad de vida a largo plazo?

CRM vs. DES: qual estratégia se associa a melhor qualidade de vida a longo prazo?

O estudo SYNTAX (Synergy Between Percutaneous Coronary Intervention With Taxus and Cardiac Surgery), que incluiu pacientes com lesões de 3 vasos ou tronco de coronária esquerda, mostrou que a cirurgia de revascularização miocárdica (CRM) foi superior à angioplastia com stents farmacológicos (DES),fundamentalmente com base no infarto agudo do miocárdio e nas novas revascularizações. Até agora não havia sido estudada

Top