EuroPCR 2019 | CHOICE: válvula balão expansível vs. autoexpansível em pacientes de alto risco

O estudo CHOICE incluiu 241 pacientes com estenose aórtica severa de alto risco cirúrgico que receberam implante percutâneo da valva aórtica (TAVI) por acesso femoral que foram randomizados à válvula balão expansível (Edwards Sapien XT) vs. válvula autoexpansível (Medtronic CoreValve). Os desfechos foram mortalidade por qualquer causa, AVC, re-hospitalizações, parâmetros de função da válvula por ecografia e durabilidade.

EuroPCR 2019 | CHOICE: válvula balón expandible vs autoexpandibles en pacientes de alto riesgo

Não foram constatadas diferenças em termos de mortalidade entre as duas válvulas após 5 anos A mortalidade por todas as causas foi 47,6% vs. 53,4%; p = 0,38, a mortalidade cardiovascular foi 21,5% vs. 315; p = 0,12 e o AVC foi 16,5% vs. 17,5%; p = 0,73.

Os gradientes para ambas as válvulas se mantiveram baixos bem como o orifício efetivo preservado após 5 anos. Tampouco houve diferenças de durabilidade.

A taxa de regurgitação paravalvar moderada ou mais foi inicialmente maior nas válvulas autoexpansíveis, embora esta diferença não tenha se mantido após 5 anos.

Descargar (PDF, Unknown)

Título original: Five Year Outcomes after TAVI with balloon-expanding  volves vs self expanding valves: results from the CHOICE randomised clinicas trial.

Apresentador: M. Abdel-Wahab.

Gostaria de receber um resumo semanal com os últimos artigos científicos?

Sua opinião nos interessa. Pode deixar abaixo seu comentário, reflexão, pergunta ou o que desejar. Será mais que bem-vindo.

*

Top