Registro LATAMBif | Relatório Fevereiro 2021

O Registro Latino-americano de Intervenções Percutâneas em Bifurcações Coronarianas continua se desenvolvendo a passo firme. 

O objetivo deste registro prospectivo e multicêntrico é avaliar a realidade no tratamento das bifurcações coronarianas por angioplastia para definir necessidades e estabelecer estratégias de aperfeiçoamento na prática clínica diária. 

Descubra abaixo os dados correspondentes ao mês de fevereiro de 2021 nos quais estão incluídos todos os pacientes incluídos pelos distintos centros latino-americanos participantes do registro. 

Os dados de Fevereiro

Até o momento o registro incluiu 187 pacientes com uma idade média de 65.35 anos (+- 11.35). 86,1% são homens e 13,9% são mulheres. 

Entre os fatores de risco constatamos que 82,4% dos pacientes tinham antecedente de hipertensão arterial, 76,9% apresentavam dislipidemia, 12,8% eram fumantes, 17,6% tinham diabetes tipo 2 e 1,6% eram insulinodependentes. Além disso, 42,8% já tinham sido submetidos a angioplastia prévia, 5,9% a cirurgia de revascularização miocárdica (CABG) e 27,3% tinham tido infarto prévio.

Do total de pacientes incluídos, 37,4% apresentaram síndrome coronariana crônica, 26,7% tinham angina instável, 17,1% com infarto agudo do miocárdio sem elevação do segmento ST (NSTEMI), 11,2% eram assintomáticos (isquemia silente) e 7,5% com infarto agudo do miocárdio com elevação do segmento ST (STEMI).

No que se refere à indicação clínica, 55,1% receberam uma indicação eletiva, 35,8% uma indicação de urgência e 9,1% uma indicação de emergência. 

Em 83,3% dos casos o acesso vascular se realizou por via radial (proximal), 3,2% por acesso radial (distal) e 13,4% por acesso femoral. 

Em relação à estratégia inicial, em 73,3% dos casos se optou pela técnica de stent provisional e em 26,7% dos casos se usou a técnica de 2 stents. 

Descargar (PDF, Unknown)

Como participar do Registro LATAM Bif?

Escrevendo para latambif@gmail.com você receberá toda a informação e documentação necessária para se incorporar ao Registro LATAMBif coordenado pelo SOLACI Research. 

Por que participar do Registro LATAM Bif?

  1. Pela possibilidade de contar com uma base de dados própria dedicada a bifurcações coronarianas, com variáveis unificadas para todos os centros da América Latina. 
  2. Cada centro será o dono de seus dados e poderá analisar seus resultados em tempo real. 
  3. Pela possibilidade de interagir com centros da região interessados em pesquisar e gerar publicações. 
  4. Pela possibilidade de difundir em eventos locais e internacionais os resultados do Registro LATAM Bif.
  5. Caso necessite assessoria para desenvolver projetos de pesquisa e/ou análises estatísticas você contará com a assistência do departamento SOLACI Research.
  6. O departamento SOLACI Research lhe oferecerá auditoria semanal e contínua para que todos os dados, tanto iniciais como no acompanhamento anual (obrigatórios) estejam subidos corretamente.

Escreva agora para latambif@gmail.com e comece a participar do registro LATAM Bif.



Gostaria de receber um resumo semanal com os últimos artigos científicos?

*

Top