Eficácia do uso em massa da vacuna da Pfizer/BioNTech contra a COVID-19 em Israel

É necessário conhecer a efetividade das vacinas em todos os subgrupos de população e fora do contexto controlado de um estudo clínico. 

Eficacia del uso masivo de la vacuna de Pfizer/BioNTech contra el COVID-19 en Israel

Israel foi um dos países que implementou a melhor estratégia de vacinação em sua população. Por isso, é o âmbito ideal para comparar os resultados de sua campanha vs. os estudos clínicos. 

Todas as pessoas que receberam a vacina do ARN mensageiro BNT162b2 (Pfizer/BioNTech) entre 20 de dezembro de 2020 e 1º de fevereiro de 2021 foram comparados 1:1 com pacientes controle não vacinados de acordo com suas características clínicas e demográficas. 

O desfecho do estudo foi a infecção sintomática documentada por COVID-19, necessidade de hospitalização, doença severa e morte. 

Cada grupo de estudo incluiu mais de meio milhão de pessoas (596.618). A efetividade da vacina foi estimada entre os 14 e os 20 dias após a primeira dose e a partir do 7º dia após a segunda dose. 

A eficácia para a infecção documentada foi de 46% após a 1ª dose. A mesma subiu 92% uma semana após a 2ª dose. Para doença sintomática a eficácia foi de 57% e 94% para 1ª e 2ª dose, respectivamente, e para necessidade de hospitalização de 74% e 87%. 


Leia também: O implante alto também é tendência para a válvula balão-expansível.


A eficácia em termos de mortalidade foi estimada somente após o recebimento da primeira dose e foi de 72%.

Esses resultados foram consistentes nas diferentes faixas etárias, observando-se uma pequena diferença de eficácia nas pessoas com múltiplos fatores de risco. 

Conclusão

Este estudo realizado em todas as pessoas vacinadas de Israel mostrou que a vacina do ARN mensageiro BNT162b2 (Pfizer/BioNTech) contra a COVID-19 é eficaz para todos os desfechos. Além disso, esse resultado é consistente com a informação com a qual contávamos dos estudos randomizados. 

Descargar (PDF, Unknown)

Título original: BNT162b2 mRNA Covid-19 Vaccine in a Nationwide Mass Vaccination Setting.

Referência: Noa Dagan et al. N Engl J Med. 2021 Feb 24. Online ahead of print. doi: 10.1056/NEJMoa2101765. 


Gostaria de receber um resumo semanal com os últimos artigos científicos?

*

Top