Tag Archives: COVID-19

Coronavirus y corazón ¿Cómo deben prepararse los cardiólogos?

Plasma de convalescentes para pneumonia severa por COVID-19

Plasma de convalescentes para pneumonia severa por COVID-19

Após testar múltiplas drogas e combinações nos infectados por COVID-19, somente o Remdesivir – em pacientes hospitalizados – e a dexametasona – naqueles que requerem oxigênio – mostraram algum benefício.  O plasma de pacientes convalescentes tem sido usado há anos com a ideia de que a imunização passiva poderia ajudar a controlar a infecção até

Eficácia do Remdesivir contra a COVID-19

Este é um relatório final publicado no NEJM sobre a eficácia do Remdesivir para tratar a infecção por COVID-19. Comparado com placebo a droga foi superior, embora em desfechos “moles” que não parecem modificar o curso da pandemia.  Múltiplas drogas inicialmente esperançadoras não puderam demonstrar eficácia contra o novo vírus. O exemplo da hidroxicloroquina é

Historia natural de la infección asintomática por COVID-19

História natural da infecção assintomática por COVID-19

Ainda temos pouca informação sobre a história natural da infecção assintomática pelo novo coronavírus (COVID-19). Estamos apenas começando a entender o que ocorre com os doentes mais graves. O surto de COVID-19 no cruzeiro Diamond Princess nos deu uma oportunidade única para estudar os contatos e os que se contagiaram de maneira assintomática em uma

Morte, AVC e hospitalizações à espera do TAVI

Os atrasos no implante percutâneo da valva aórtica (TAVI) devido à pandemia por COVID-19 já mostram suas consequências. Os pacientes com estenose aórtica severa que não foram submetidos a TAVI no momento planificado sofreram um aumento de todos os eventos, inclusive de mortalidade.  Segundo dois recentes trabalhos publicados no JAMA, atrasar o procedimento em pacientes

Historia natural de la infección asintomática por COVID-19

COVID-19 e seus efeitos cardiovasculares a longo prazo

Muitos lugares do mundo ainda não experimentaram o pior da pandemia. Enquanto isso, em outros lugares, volta a recrudescer o número de casos. Nesse contexto, começamos a vislumbrar o efeito a longo prazo da COVID-19. Para muitos essa não é uma preocupação de hoje, mas sem dúvida será um problema no futuro.  É crucial reconhecermos

Historia natural de la infección asintomática por COVID-19

Informação da LATAM sobre o impacto da pandemia com foco nos infartos

Nestes últimos tempos têm sido publicados dados de diferentes lugares do mundo (China, Europa, EUA) sobre o impacto da pandemia na cardiologia intervencionista em geral e sobre os infartos em particular.  A novidade deste trabalho radica no fato de estarmos diante de dados da América Latina publicados em uma revista internacional.  Poucas vezes tivemos a

Historia natural de la infección asintomática por COVID-19

Injuria miocárdica por COVID-19 inclusive em jovens e com sintomas leves

A maioria dos pacientes jovens que não requereram hospitalização pela infecção por SARS-CoV-2 mostraram ressonâncias anormais independentemente dos meses do diagnóstico. A injuria miocárdica estava objetivada nos pacientes com um curso mais grave da infecção, mas não em uma população saudável que transcorreu a doença em seu domicílio. Este aumento da evidência sobre a capacidade

Infartos, AVC e síndromes aórticas: todas as emergências à sombra da pandemia

A pandemia ocasionada pelo novo coronavírus levou a uma diminuição das consultas hospitalares relacionadas às doenças cardiológicas e neurológicas mais urgentes, como infartos, AVC ou dissecções aórticas. Estas emergências são tratadas em centros de alta complexidade, motivo pelo qual é relativamente fácil analisar a quantidade de traslados antes e durante a pandemia.  Há algum tempo

Coronavirus y corazón ¿Cómo deben prepararse los cardiólogos?

Rápida diminuição dos anticorpos nos doentes com manifestação leve de COVID-19

Uma rápida diminuição na titulação de anticorpos anti-SARS-CoV-2 em doentes leves faz soar os alarmes sobre a proteção destes contra o novo vírus.  Dita diminuição, observada dentro dos 90 dias da doença, provavelmente se desacelere com o passar do tempo. Contudo, convida a sermos prudentes perante a sensação de “proteção” dos pacientes recuperados, do efeito

Recomendaciones de la ACC con el nuevo coronavirus

Quando e como a dexametasona poderia ser útil na infecção por Covid-19?

Surgiram mais detalhes do braço de pacientes com COVID-19 que receberam dexametasona incluídos no estudo RECOVERY.  Estes dados publicados de maneira preliminar no NEJM sugerem que a dexametasona poderia diminuir a mortalidade quando os efeitos da infecção estão dados fundamentalmente por mecanismos imunopatológicos em pacientes que requerem ventilação mecânica ou ao menos oxigênio suplementar.  Por

Top