Tag Archives: isquemia crítica de membros inferiores

7° Encuentro Educativo ProEducar - Intervención Extracardíaca

7° Encuentro Educativo ProEducar – Intervenção Extracardíaca

7° Encuentro Educativo ProEducar – Intervenção Extracardíaca

Para se cadastrar clique na imagem ou AQUI Sua opinião nos interessa. Pode deixar abaixo seu comentário, reflexão, pergunta ou o que desejar. Será mais que bem-vindo.

Los balones farmacológicos pasaron la prueba del tiempo en territorio femoropoplíteo

Balões farmacológicos em território infrapatelar: muito barulho por nada.

A revascularização das artérias tibiais em pacientes com isquemia crítica de membros inferiores utilizando balões farmacológicos vs. angioplastia convencional mostrou resultados comparáveis a longo prazo, tanto em termos de eficiência quanto de segurança.  A exposição ao paclitaxel não se relacionou com um aumento do risco de amputação ou mortalidade por qualquer causa em 5 anos

Mejorando los resultados luego de la revascularización de miembros inferiores

Melhorando os resultados após a revascularização de membros inferiores

A habilidade dos operadores combinada com o aprimoramento e diversidade dos dispositivos para revascularizar membros inferiores aumentou claramente na última década. No entanto, a pergunta que surge é se esta factibilidade técnica que antes não tínhamos está se traduzindo em uma melhora clínica para os pacientes ou simplesmente está aumentando o ego dos Intervencionistas. Este

isquemia crítica de miembros inferiores

A fragilidade: quando chegamos demasiadamente tarde para a abordagem da isquemia crítica de membros inferiores

Esta condição que se fez comum entre os pacientes que recebem TAVI se expandiu a quase todos os pacientes que tratamos e sempre com o mesmo resultado: o prognóstico é muito pior, inclusive tão ruim como para justificar a difícil decisão de seguir adiante. A associação entre fragilidade e mal prognóstico é fácil de ser

¿Cuál es el pronóstico en las reintervenciones en la isquemia critica de MM.II.?

Qual o prognóstico para as reintervenções na isquemia crítica de membros inferiores?

A ATP infrapoplítea (BTK) na isquemia crônica crítica (CLI) foi reconhecida como uma estratégia útil, mas devido à severidade da calcificação das artérias produz-se uma reestenose significativa. A repetição da ATP e o manejo das lesões tróficas ajudam na resolução das feridas. Contudo, dita conduta foi pouco avaliada até o momento. Foram incluídos 152 pacientes (175 membros) que

Apuntar a la lesión parece el secreto de la isquemia crítica

Apontar à lesão parece ser o segredo no tratamento da isquemia crítica

As úlceras que não cicatrizam e ameaçam a viabilidade de um membro inferior em pacientes com isquemia crítica são uma grande preocupação. Contudo, muitas vezes, apesar de uma revascularização bem-sucedida, não é possível evitar uma amputação maior. A descrição anatômica dos angiossomas começou na década de 70 como uma forma de otimizar os enxertos de

Angioplastia vs cirugía en isquemia crítica a largo plazo

Angioplastia vs. cirurgia em isquemia crítica a longo prazo

A isquemia crítica é a forma mais avançada da doença arterial periférica e se caracteriza por dor isquêmica de repouso e úlceras ou gangrena. A revascularização é – logicamente – a primeira linha de tratamento e os guias recomendam as duas estratégias possíveis (cirurgia ou angioplastia) baseando-se principalmente nos resultados do estudo BASIL (British Angioplasty

Isquemia crítica de miembros inferiores: las re-hospitalizaciones frecuentes muestran la magnitud del problema

Isquemia crítica de membros inferiores: as re-hospitalizações frequentes revelam a magnitude do problema

As re-hospitalizações em 6 meses nos pacientes com isquemia crítica de membros inferiores é de aproximadamente 50% dos casos, sendo a maioria delas não planejadas.   Esse número verdadeiramente alarmante se agrava se levarmos em conta que somente uma parte de ditas re-hospitalizações se relacionam com problemas vasculares. Há muitas outras que ocorrem por comorbidades,

Isquemia crítica de miembros inferiores: el blush de la herida

Isquemia crítica de membros inferiores: o eritema da ferida é o objetivo mais importante

A finalidade deste trabalho foi encontrar o objetivo angiográfico ótimo da angioplastia periférica que possa predizer a cicatrização das feridas.   Existe evidência que mostra uma perviedade aceitável e salvação do membro afetado em pacientes com isquemia crítica que recebem angioplastia periférica. No entanto, o objetivo angiográfico ótimo a alcançar não é claro. Um vaso

angioplastia arteria pedia en isquemia crítica de miembros inferiores

Angioplastia da artéria pédia é benéfica na isquemia crítica de membros inferiores

Gentileza do Dr. Carlos Fava. O retardamento ou a falta de resolução das lesões tróficas na isquemia crítica de membros inferiores (CLI) alteram a qualidade de vida, retardam a reabilitação e se associam a infecções e à amputação naqueles que a padecem.   A revascularização da artéria pédia mediante angioplastia favoreceria a velocidade e melhoraria

Top