AHA 2018 | Seguimento a longo prazo do Freedom: mantém-se o benefício a favor da cirurgia

A quase 8 anos de seguimento a cirurgia mantém a vantagem em termos de mortalidade por sobre a angioplastia em pacientes diabéticos com múltiplos vasos segundo o estudo Freedom, apresentado pelo Dr. Fuster no congresso da AHA e simultaneamente publicado no JACC.

AHA 2018 | Seguimiento a largo plazo del Freedom: se mantiene el beneficio a favor de la cirugíaA cirurgia se mantém superior à angioplastia observando-se 36% mais de mortalidade quando se trata deste último procedimento.

 

Considerando a natureza da doença aterosclerótica, onde os resultados são vistos a longo prazo, os relatórios iniciais do Freedom em uma média de 3,8 anos e de 6 anos pareciam abarcar pouco tempo para comparar as duas estratégias de revascularização, mais ainda considerando um desfecho primário como a mortalidade.

 

No primeiro relatório com 3,8 anos de seguimento, a mortalidade por qualquer causa foi de 16,3% e de 10,9% para a angioplastia e a cirurgia, respectivamente (p = 0,05). Após 7,5 anos a mortalidade foi de 23,7% e 18,7%, respectivamente.


Leia também: AHA 2018 | Os novos guias de dislipidemia respaldam a terapia sem estatinas e a busca de cálcio coronariano.


A diferença a favor da cirurgia foi observada praticamente em todos os subgrupos e os jovens foram ainda mais favorecidos pela cirurgia.

 

Para aqueles pacientes de 63,3 anos ou mais jovens a mortalidade com cirurgia foi de 10,2% vs. 20,7% no final de seguimento (p = 0,01 de interação para a idade).

 

Tanto para os guias Americanos como para os Europeus a cirurgia tem uma recomendação classe I com nível de evidência B para todos os diabéticos com múltiplos vasos, sem importar o escore de Syntax.

 

Título original: Long-term survival following multivessel revascularization in patients with diabetes (FREEDOM Follow-On study).

Referência: Farkouh ME et al. J Am Coll Cardiol. 2018;Epub ahead of print.


¿Le gustaría recibir un resumen semanal con los más recientes artículos científicos?








Su opinión nos interesa. Puede dejar su comentario, reflexión, pregunta o lo que desee aquí abajo. Será más que bienvenido.

*

Top