Cardiopatia Isquêmica crónica articles

Estenosis aórtica moderada y disfunción ventricular ¿debería apurarse la indicación del recambio?

Melhora da função ventricular pós-revascularização: menos eventos para todos os subgrupos?

Melhora da função ventricular pós-revascularização: menos eventos para todos os subgrupos?

Segundo os estudos STITCH e STITCHES, em pacientes com doença coronariana e deterioração da função ventricular, a revascularização de um miocárdio viável pode chegar a reverter a disfunção ventricular sistólica.  Essa melhora da função ventricular com a revascularização, principalmente relacionada com a cirurgia de revascularização miocárdica (CRM), melhora a sobrevida a longo prazo em comparação

Un truco sencillo para mejorar nuestras punciones radiales

É útil o uso de vasodilatadores intra-arteriais para prevenir a oclusão da artéria radial?

De acordo com alguns estudos, a incidência de oclusão radial (RAO) pós-procedimento varia entre 1% e 12%. Diferentes estratégias para reduzir a RAO incluem o uso de cateteres de menor calibre, adequada anticoagulação e cuidados aplicados após o procedimento no lugar no qual se realizou a punção.   Os vasodilatadores são utilizados para prevenir o

Una nueva molécula para evitar la nefropatía por contraste

Ao falar de doença de múltiplos vasos, quando devemos considerar a disfunção renal?

A doença cardiovascular é uma das principais causas de morbimortalidade em pacientes com doença renal crônica (ERC) avançada, e vice-versa. Ambas têm fatores de risco em comum, como a diabetes, a hipertensão arterial, o tabagismo, a dislipidemia e a idade, entre outros.  À medida que a doença renal avança, seu grau de severidade se associa

Dietas bajas en carbohidratos y progresión de la calcificación coronaria

Registro CRUNCH: uma opção para os stents subexpandidos

A calcificação coronariana dificulta não só o deslocamento do stent mas também o seu implante, e está associada a um maior risco de complicações, sendo a pior delas a perfuração coronariana.  Por sua vez, a presença dessas calcificações dificulta a preparação das placas coronarianas, o que leva ao implante de um stent subexpandido (SS), sendo

ACC 2022

ACC 2022 | Estudo VALOR-HCM: Mavacamten em adultos com MCH obstrutiva sintomática elegíveis para terapia de redução septal

Aproximadamente 50% das miocardiopatias hipertróficas (MCH) são obstrutivas, e dentro dessa porcentagem muitos dos sintomas podem ser atribuídos a essa condição. Em seu tratamento histórico foram usadas drogas não específicas como os betabloqueadores ou bloqueadores cálcicos.  Por sua vez, existe a opção de terapias de redução septal (TRS), que podem ser levadas a cabo através

Programas de ejercicios en la enfermedad vascular periférica

As mulheres atletas apresentam um risco mais baixo de morte súbita relacionada com esporte em comparação com os homens

Segundo esta recente análise publicada no Eur Heart J, as mulheres teriam um risco muito mais baixo de apresentar morte súbita durante a realização de atividade física em comparação com os homens.  As mulheres parecem estar mais protegidas perante a morte súbita, o que motiva a seguinte pergunta: que valor tem a triagem? O risco

Dietas bajas en carbohidratos y progresión de la calcificación coronaria

A FDA aprova a litotripsia intravascular para lesões calcificadas

A U.S. Food and Drug Administration (FDA) aprovou o sistema de onda de choque com litotripsia para o tratamento de lesões com placas severamente calcificadas. O dispositivo utiliza um balão para liberar ondas de som de pressão que podem atravessar o material mais mole e, “de preferência”, quebrar as placas calcificadas e otimizar a inserção

Terapia endovascular en stroke: mucha evidencia y pocos operadores entrenados

O humor dos operadores e a mortalidade das angioplastias

Distintos perfis de operadores se associam a diferentes resultados pós-angioplastia. Uma abordagem fenotípica em relação aos médicos que realizam angioplastia pode proporcionar informação importante para melhorar os resultados.  As angioplastias coronarianas são realizadas por operadores com diferentes técnicas, personalidades e distinto grau de experiência, fatores que poderiam impactar nos resultados do procedimento.  Neste trabalho foi

Bifurcación de tronco de coronaria distal: cantidad de stents

Stent provisional ou duplo stent no tronco da coronária esquerda? Uma discussão sem fim?

Os pacientes com bifurcações verdadeiras do tronco da coronária esquerda mostraram menos eventos adversos com a técnica de stent provisional (SP) que com duplo stent (DS) como primeira estratégia, embora não se trate de uma diferença significativa.  Usualmente, para qualquer outro vaso a técnica de escolha é a de stent provisional. No caso particular do

Sangrado y mortalidad en el reemplazo valvular aórtico por catéter

Estudo AFIRE | Os riscos ocultos depois de um sangramento em doença coronariana e fibrilação atrial

Os pacientes com fibrilação atrial (FA) e doença coronariana estável que apresentam sangramento maior têm um altíssimo risco de eventos cardiovasculares subsequentes. É preciso prevenir os sangramentos mas também o risco de eventos e morte cardiovascular posterior. Já faz tempo que conhecemos a associação entre a angioplastia coronariana, o sangramento precoce e o incremento da

AHA 2021 | Meta-análisis de cirugía vs angioplastia para el tronco de la coronaria izquierda

AHA 2021 | Metanálise de cirurgia vs. angioplastia para o tronco da coronária esquerda

Segundo esta nova metanálise (apresentada no AHA 2021 e publicada no The Lancet), a mortalidade foi similar entre a cirurgia e angioplastia para tratar o tronco da coronária esquerda em pacientes com anatomia simples ou intermediária.  Este novo estudo estimou que após 5 anos a mortalidade com cirurgia seria de 11,2% vs. 10,2% com angioplastia,

Top