Cardiopatia Isquêmica crónica articles

ATC guiada por iFR ¿es igual en la DA que en el resto de los vasos?

Preditores de falha de DCB em lesões de novo

Preditores de falha de DCB em lesões de novo

A angioplastia coronariana (PCI) com balões eluidores de fármacos (DCB) é uma alternativa útil, especialmente em pacientes com alto risco de sangramento, em lesões de ramo lateral de bifurcação coronariana ou em segmentos coronarianos pequenos. O tratamento com DCB da doença coronariana de novo demonstrou não ser inferior ao tratamento convencional com stent eluidor de

doble antiagregación plaquetaria

Tratamento antiplaquetário com ticagrelor vs. clopidogrel em pacientes com síndromes coronarianas crônicas

Conseguir uma rápida e máxima inibição da agregação plaquetária pode reduzir as complicações relacionadas com a ATC programada em síndromes coronarianas crônicas (CCS). Nas últimas décadas, o momento ótimo para iniciar a dose adequada das inibições de P2Y12 têm sido objeto de inúmeros estudos, embora dito momento ainda não tenha sido estabelecido com clareza. As

Pronóstico al año en lesiones ateroscleróticas vs las no ateroscleróticas en pacientes con MINOCA

Resultados a longo prazo do índice de resistência da estenose hiperêmica (HSR) em pacientes com angina crônica estável

O índice de resistência da estenose hiperêmica (HSR) foi proposto como um indicador mais completo da gravidade hemodinâmica de uma lesão coronariana. O HSR combina tanto a queda de pressão através de uma lesão como o fluxo através dela, superando assim as limitações dos índices tradicionais como o fluxo fracionado de reserva (FFR) e a

Saltearse el desayuno y riesgo cardiovascular

Jejum pré-cateterismo

De forma geral está estabelecido que os procedimentos coronarianos com anestesia local e sedação moderada requerem um jejum mínimo de 6 horas para sólidos e de 2 horas para líquidos (conforme as diretrizes SCAI 2021). No entanto, as complicações com necessidade de intubação orotraqueal de emergência são muito raras.  O jejum prolongado pode ter efeitos

Dietas bajas en carbohidratos y progresión de la calcificación coronaria

Registro REPLICA-EPICA 18: Utilização de IVL em lesões coronarianas calcificadas

A presença de calcificação nas artérias coronarianas (CAC) continua sendo o principal desafio no tratamento percutâneo. Diversos estudos demonstraram a associação da CAC com resultados desfavoráveis a longo prazo. A litotripcia intravascular (IVL) surgiu como uma ferramenta eficaz para fraturar as placas calcificadas. Os estudos que avaliaram dita estratégia mostraram altas taxas de sucesso do

¿Es la litotricia coronaria tan efectiva como la aterectomía rotacional?

A litotripcia intravascular tem o mesmo grau de efetividade em todos os padrões de calcificação coronariana?

As calcificações coronarianas representam um desafio complexo é têm uma alta incidência (25% das angioplastias), o que implica um manejo difícil e desfechos adversos a longo prazo, como um maior risco de eventos, especialmente a necessidade de nova revascularização. Entre os principais mecanismos de falha a longo prazo estão a subexpansão do stent e, em

EuroPCR 2024 | CALIPSO: OCT vs. angiografia para guiar o tratamento de lesões calcificadas

A presença de lesões calcificadas piora o prognóstico do tratamento coronariano percutâneo, já que predispõe a maior taxa de reestenose, trombose e necessidade de nova revascularização.  O objetivo deste trabalho foi avaliar a superioridade de guiar o procedimento com OCT com um algoritmo de manejo pré-especificado em comparação com o tratamento com angiografia convencional, bem

EuroPCR 2024 | Influência e eficácia dos padrões fisiopatológicos da doença coronariana na segurança e eficácia da angioplastia coronariana

A revascularização coronariana tem como finalidade melhorar o fluxo coronariano. No entanto, após uma angioplastia coronariana percutânea (PCI) bem-sucedida, um número significativo de pacientes pode experimentar uma fisiologia coronariana subótima. Observou-se que um fluxo fracionado de reserva (FFR) baixo depois da PCI se relaciona com um prognóstico desfavorável. Além disso, a melhora no FFR após

ACC 2024

ACC 2024 | Estudo PREVENT

A utilização de imagens intravasculares para identificar placas vulneráveis (VP) demonstrou ser de grande utilidade, já que ditas placas estão associadas a um aumento dos eventos adversos cardíacos maiores. Na atualidade, o tratamento médico ótimo é considerado o padrão estabilizar as placas vulneráveis. Porém, a segurança e a efetividade do tratamento preventivo mediante angioplastia coronariana

Subutilización del tratamiento médico en enfermedad vascular periférica

Resultados do estudo ISCHEMIA: existem diferenças segundo o sexo?

São conhecidas as disparidades na fisiopatologia da doença coronariana e sua manifestação clínica nos homens e nas mulheres. O estudo ISCHEMIA (International Study of Comparative Health Effectiveness with Medical and Invasive Approaches) revelou que durante um período de 3,2 anos, não foram observadas diferenças em termos de incidência de eventos isquêmicos entre a estratégia invasiva

Top