Estenose aórtica e diálise: será o TAVI a estratégia de escolha?

Gentileza do Dr. Carlos Fava.

O TAVI demonstrou seu grande benefício nos pacientes de alto risco e risco moderado, mas existe um grupo que apresenta deterioro terminal da função renal que requer diálise. Esta comorbidade se deve a uma má evolução cardiovascular associada à diabetes, sangramento e eventos tromboembólicos.

acceso carotideo taviJá faz bastante tempo que se começou a utilizar a estratégia de implante percutâneo da valva aórtica neste grupo, mas há pouca evidência quando dita estratégia é comparada com a cirurgia.

 

Para este trabalho foram incluídos 1.025 pacientes. Dentre eles, 328 (32%) receberam TAVI (69 pacientes por acesso transapical) e 697 foram submetidos a cirurgia da valva aórtica.

 

Os pacientes que receberam TAVI eram mais idosos (75,3 anos vs. 61,6 anos; p < 0,001) e apresentavam maior índice de comorbidades, tais como insuficiência cardíaca (16,2% vs. 7,5%,  < 0,001), diabetes (28,4% vs. 22,5%, p < 0,05) e DPOC (27,7% vs. 20,4% p = 0,05). Ao contrário, os que foram submetidos a cirurgia apresentaram mais transtornos no que se refere à coagulação (41,6% vs. 28,4%; p > 0,05), comprometimento neurológico (10,9% vs. 6,7%; p < 0,5) e maior utilização de drogas (3% vs. 0,6%; p < 0,05).


Leia tambèm: Diferenças em AVC entre TAVI e cirurgia em pacientes de risco intermediário.


Para homogeneizar as populações foi feito um Propensity Score Matching, ficando 175 pares de pacientes.

 

A mortalidade hospitalar foi similar (8% para TAVI vs. 10,3% para cirurgia; p = 0,58). Os que receberam TAVI tiveram menos dias de internação (8 vs. 14; p < 0,001), menos custos hospitalares (US$ 276.488 vs. US$ 364.280 p = 0,01), menos complicações intra-hospitalares (60,6% vs. 76%; p 0,003) sendo mais altas residenciais (76% vs. 60,6%; p 0,004), além de uma menor necessidade de transfusões e complicações respiratórias.

 

Conclusão

Independentemente da modalidade de tratamento, os pacientes com estenose aórtica severa apresentam maior taxa de mortalidade hospitalar. O TAVI e a cirurgia apresentam uma taxa de mortalidade hospitalar similar mas o TAVI se associou a menos dias de internação, menos custos hospitalares, menos complicações hospitalares e uma maior taxa de alta residencial.

 

Gentileza do Dr. Carlos Fava.

 

Título Original: In-hospital outcomes of transcatheter versus surgical aortic valve replacement in end stage renal disease.

Referência: Ahmad Alkhalil, et al. Cardiovasc Interv.  Catheter Cardiovasc Interv. 2018;92:757–765.


Gostaria de receber um resumo semanal com os últimos artigos científicos?








Sua opinião nos interessa. Pode deixar abaixo seu comentário, reflexão, pergunta ou o que desejar. Será mais que bem-vindo.

*

Top