Saltar o café da manhã e risco cardiovascular

Vários estudos associaram o fato de saltar a primeira refeição do dia (não tomar o café da manhã ou fazê-lo muito frugalmente) com um aumento dos fatores de risco cardiometabólico como a obesidade, a hipertensão, a dislipidemia, diabetes e síndrome metabólica. 

Saltearse el desayuno y riesgo cardiovascular

Este trabalho examinou toda a evidência disponível sobre não tomar o café da manhã e a morbidade cardiovascular, mortalidade cardiovascular e mortalidade por qualquer causa. 

Foram incluídos quatro estudos com quase 200.000 adultos (idade ≥ 40 anos e 48,5% de mulheres) sem doença cardiovascular conhecida no momento do recrutamento e seguidos por uma média de 17,4 anos. 

A análise geral sugere que a população que regularmente salta o café da manhã tem 21% mais de risco de doença ou morte cardiovascular (HR 1,21; IC 95%: 1,08 a 1,35; p = 0,304) que aqueles que tomam o café da manhã de forma regular.


Leia também: Suplementos de vitamina D para prevenir doença cardiovascular e câncer.


Até mesmo o risco de morte por qualquer causa foi 32% maior entre aqueles que não tomavam o café da manhã (HR 1,32; IC 95%: 1,17 a 1,48; p = 0,339).

Para além destas conclusões, a definição de “não tomar café da manhã” foi heterogênea entre os trabalhos e as populações também foram diferentes, o que poderia levar a resultados errôneos mesmo após a realização dos múltiplos ajustes. 

Uma análise a longo prazo com definições consistentes sobre o que entendemos por “não tomar café da manhã” é necessária para proporcionar informação mais categórica. 


Leia também: Bebidas artificialmente adoçadas e risco d e Alzheimer.


Enquanto isso, parece prudente (dentro do pacote de prevenção primária) recomendar a nossos pacientes que o café da manhã deveria ser a refeição mais importante do dia. 

Descargar (PDF, Unknown)

Título original: Skipping Breakfast and the Risk of Cardiovascular Disease and Death: A Systematic Review of Prospective Cohort Studies in Primary Prevention Settings.

Referência: Richard Ofori-Asenso et al. J Cardiovasc Dev Dis 6 (3) 2019 Aug 22.


Gostaria de receber um resumo semanal com os últimos artigos científicos?

Sua opinião nos interessa. Pode deixar abaixo seu comentário, reflexão, pergunta ou o que desejar. Será mais que bem-vindo.

*

Top