Antiagregantes Plaquetários articles

STOPDAPT-2 ACS: Um mês de DAPT NÃO é suficiente em pacientes agudos

STOPDAPT-2 ACS: Um mês de DAPT NÃO é suficiente em pacientes agudos

Um mês de dupla antiagregação plaquetária em pacientes cursando uma síndrome coronariana aguda não alcançou os resultados de segurança e eficácia observados na população geral do estudo original STOPDAPT-2. O STOPDAPT-2 ACS comparou um mês de dupla antiagregação plaquetária (DAPT) seguido de monoterapia de clopidogrel por um ano comparado com um ano de DAPT após

doble antiagregación plaquetaria

XIENCE SHORT DAPT | Qual é o tempo ideal de DAPT em pacientes com alto risco de sangramento?

Em pacientes com alto risco de sangramento que são submetidos a angioplastia coronariana com um stent Xience, o tempo de DAPT de 1 a 3 meses foi não inferior a 6 a 12 meses no que a eventos isquêmicos se refere e poderia se associar a uma menor chance de sangramentos maiores e uma menor

La revascularización incompleta se asocia a mortalidad en el TAVI

TAVI e risco de trombose e sangramento: dicas rápidas para estar em dia

O implante percutâneo da valva aórtica (TAVI) é uma opção cada vez mais frequente para pacientes com estenose aórtica severa dentro de todo o espectro de risco.  De qualquer forma, o TAVI em si mesmo representa um risco de sangramento e trombose que nos chama a atenção para a importância de um tratamento adjuvante ótimo. 

ARTE: ¿AsEl fin de la aspirina para los pacientes anticoagulados que reciben angioplastiapirina o aspirina más clopidogrel post TAVI?

HOST-EXAM: O estudo que desafia a aspirina como antiagregante a longo prazo

O estudo HOST-EXAM (prospectivo, randomizado e aberto, realizado em 37 centros de Coreia) foi especificamente desenhado para estabelecer o papel da aspirina como antiplaquetário de escolha a longo prazo após uma angioplastia com DES atuais. Para isso, o trabalho comparou cabeça a cabeça a aspirina com o clopidogrel.  Em quatro anos foram incluídos 5438 pacientes

Pode o ticagrelor prevenir AVCs em pacientes de alto risco?

O ticagrelor somado à aspirina oferece melhor prognóstico nos pacientes que já sofreram um AVC e que têm um perfil cardiovascular de alto risco. Esses benefícios devem ser corretamente balanceados já que não estão livres de perigos.  A terapia antiplaquetária faz parte do tratamento padrão em pacientes com doença cardiovascular ou cerebrovascular. O ticagrelor mostrou

ESC 2021 | ENVISAGE-TAVI AF: sorpresas con el endoxaban en TAVI y fibrilación auricular

ESC 2021 | ENVISAGE-TAVI AF: surpresas com o edoxabana em TAVI e fibrilação atrial

O entusiasmo começa a se deter para o uso de anticoagulantes orais diretos depois do implante percutâneo de uma válvula aórtica. Pelo menos, isso se combina com fibrilação atrial. O ENVISAGE-TAVI AF mostra um excesso de sangramentos com edoxabana vs. os clássicos inibidores da vitamina K. O edoxabana teve um resultado não inferior aos inibidores

isar-react-esc-2021

ESC 2021 | ISAR-REACT 5: O prasugrel supera o ticagrelor em SCA em todo o espectro da função renal

Quando temos que escolher entre os dois inibidores do receptor P2Y12 potentes em pacientes com síndrome coronariana aguda que têm uma estratégia invasiva planificada, a função renal não deveria influir nessa decisão. Os achados principais do trabalho foram que o prasugrel apresenta menor risco de morte por qualquer causa, infarto ou AVC e por outro

ESC 2021 | MASTER DAPT: Doble antiagregación plaquetaria después de la angioplastia coronaria en pacientes con alto riesgo isquémico

ESC 2021 | MASTER DAPT: Dupla antiagregação plaquetária após a angioplastia coronariana em pacientes com alto risco hemorrágico

Gentileza do Dr. José Álvarez.  A duração da dupla antiagregação plaquetária tem sido tema de permanente revisão em pacientes com alto risco de sangramento tratados com stents farmacoativos.  As diretrizes da Sociedade Europeia de Cardiologia (ESC) e do American College of Cardiology (ACC) sugerem reduzir dito tratamento a um máximo de três a seis meses

¿Desescalar la doble antiagregación es el nuevo paradigma?

Desescalar a dupla antiagregação é o novo paradigma?

Desescalar a dupla antiagregação plaquetária poderia ser a estratégia mais efetiva após uma síndrome coronariana aguda, reduzindo sangramentos, custos e sem um aumento dos eventos isquêmicos.  Balancear os efeitos da dupla antiagregação plaquetária (DAPT) na era dos potentes inibidores do receptor P2Y12 se tornou a pedra angular do manejo das síndromes coronarianas agudas (SCA). Vários

Doctor con tabletas de aspirinas

Ainda há lugar para a aspirina depois do TWILIGHT-ACS?

Esta análise confirma o potencial benefício da monoterapia de ticagrelor após um curto período de dupla antiagregação plaquetária (DAPT) em pacientes que cursaram uma síndrome coronariana aguda (ACS).  Dito benefício se expressa em uma redução significativa dos sangramentos (3,6% vs. 7,6%; p < 0,001), sem que isso implique um comprometimento em termos de eventos isquêmicos

ticagrelor_enfermedad_vascular_periférica

Ticagrelor ou prasugrel em pacientes agudos que são submetidos a angioplastia

Continuamos nos fazendo a mesma pergunta uma e outra vez: ticagrelor ou prasugrel? Com escassas margens entre as duas drogas em termos de eficácia e sangramento, custa-nos tomar a decisão sobre qual delas indicar.  Com algumas limitações metodológicas, este trabalho publicado no JAMA parece esclarecer o panorama ao menos para os pacientes que são submetidos

Top