Antiagregantes Plaquetários articles

terapia antitrombótica triple

Estratégias antitrombóticas em fibrilação atrial e angioplastia

Estratégias antitrombóticas em fibrilação atrial e angioplastia

Qual é a estratégia antitrombótica mais apropriada para um paciente com fibrilação atrial e doença coronariana, particularmente se dito paciente é admitido por uma síndrome coronariana aguda ou recebe angioplastia coronariana? Esta é uma pergunta que ainda está sendo respondida e, como sabemos, a literatura costuma ser dinâmica. O que lemos ontem pode ser velho

ticagrelor vs. aspirina

A aspirina em prevenção primária: outra “tendência na moda” nas publicações

A aspirina é um tratamento padrão na terapia médica ótima no contexto da prevenção secundária da doença aterosclerótica diagnosticada e estabelecida. Embora seu risco de sangramento seja mínimo durante o curto tempo que pode ser administrada em um evento agudo, este risco se incrementa substancialmente com o tempo. Ainda assim, a evidência respalda categoricamente o

ticagrelor vs. aspirina

A aspirina em prevenção primária: outra “tendência na moda” nas publicações

A aspirina é um tratamento padrão na terapia médica ótima no contexto da prevenção secundária da doença aterosclerótica diagnosticada e estabelecida. Embora seu risco de sangramento seja mínimo durante o curto tempo que pode ser administrada em um evento agudo, este risco se incrementa substancialmente com o tempo. Ainda assim, a evidência respalda categoricamente o

Doble antiagregación: menos es más en añosos.

Risco cardiovascular, suspensão de dupla antiagregação e idade: o que é imprescindível saber?

A não aderência à dupla antiagregação varia com a idade e os pacientes com 75 anos ou mais são os que com maior frequência suspendem o tratamento. No entanto, esta característica dos pacientes idosos não se associou a mais eventos cardiovasculares. Cumprir o tratamento protegeu os pacientes com menos de 75 anos de eventos, ao

EuroPCR 2019 | Global Leaders: La monoterapia con ticagrelor a largo plazo podría tener un lugar en angioplastias complejas.

EuroPCR 2019 | Global Leaders: a monoterapia com ticagrelor a longo prazo poderia ter seu lugar em angioplastias complexas

Esta análise post hoc do que foi um ensaio com resultado negativo só deve ser considerada como geradora de hipóteses. Os pacientes submetidos a uma angioplastia complexa tratados com ticagrelor como monoterapia após um mês de dupla antiagregação mostraram melhores resultados após 2 anos quando foram comparados com os que receberam um esquema convencional de

ACC 2019 | STOPDAPT-2: Monoterapia con P2Y12 luego de un corto período de doble antiagregación post angioplastia

ACC 2019 | STOPDAPT-2: Monoterapia com P2Y12 após um curto período de dupla antiagregação pós-angioplastia

A aspirina está na corda bamba: primeiro com a prevenção primária e agora inclusive no contexto de uma angioplastia, onde sua utilidade está sendo revisada e poderíamos estar diante de uma mudança de paradigma em relação à forma como conduzimos a antiagregação de nossos pacientes pós-angioplastia. Estes dois estudos, ambos apresentados nas sessões científicas do

ACC 2019 | SMART-CHOICE: la aspirina cada vez más “contra las cuerdas”

ACC 2019 | SMART-CHOICE: a aspirina cada vez mais “na corda bamba”

Este trabalho (que foi apresentado na mesma sessão do ACC 2019 que o STOPDAPT-2) incluiu 2.993 pacientes que receberam angioplastia com a atual geração dos stents Xience, Promus, Synergy ou Orsiro em 33 centros da Coreia. Ditos pacientes foram randomizados a receber 12 meses de dupla antiagregação vs. suspender a aspirina após 3 meses de

La ATC es una alternativa válida en el TCI

A técnica na angioplastia do tronco pode modificar o tempo de dupla antiagregação

Até 20% dos pacientes que recebem angioplastia no tronco da coronária esquerda requerem uma técnica com 2 stents, e seria de se esperar que este número cresça após a publicação do DKCRUSH-V. No entanto, este trabalho contradiz o DKCRUSH-V e volta à teoria de que “mais simples é melhor”, já que os pacientes que receberam

ticagrelor vs clopidogrel en enfermedad vascular periferica

Qual é o melhor antiagregante nas pontes venosas?

Gentileza do Dr. Carlos Fava. A angioplastia transluminal coronariana (ATC) em pontes venosas (PV) é um dos grandes desafios atuais devido ao fato de, diferentemente do que ocorre com as artérias nativas, apresentarem material trombótico significativo, lesões difusas e longas, abundantes macrófagos e células inflamatórias, casualidades que tornam o procedimento mais complexo. Atualmente não está

ARTE: ¿AsEl fin de la aspirina para los pacientes anticoagulados que reciben angioplastiapirina o aspirina más clopidogrel post TAVI?

Aspirina, sangramento e eventos cardiovasculares em idosos saudáveis

Os estudos ASCEND e ARRIVE – apresentados no Congresso Europeu de Cardiologia e publicados no The New England Journal of Medicine (NEJM) e respectivamente no The Lancet – colocaram em questionamento a indicação de aspirina no contexto de prevenção primária. Agora foi publicado o ASPREE no NEJM, que parece destronar definitivamente a aspirina, já que

doble antiagregacion plaquetaria sexo

Tempo de antiagregação após o tratamento de bifurcações

Definir o tempo de dupla antiagregação plaquetária parece uma história que não tem fim. Desde trabalhos que mostram a segurança de fazer esquemas mais curtos graças a novos stents até aqueles que inclusive sugerem dois anos de tratamento pela complexidade da anatomia tratada. Hoje não parece que estejamos perto de uma regra geral mas sim

Top