Pré-dilatação no TAVI e injúria miocárdica

A pré-dilatação ou valvoplastia com balão antes do implante percutâneo da valva aórtica (TAVI) pode incrementar a incidência e a magnitude da injúria miocárdica com a nova geração da válvula balão-expansível.

Predilatación en TAVI ¿Datos definitivos para no complicarse tomando decisiones?

Depois da publicação de trabalhos a favor, contra e neutros com relação ao implante direto, este é o primeiro que traz um argumento diferente. 

Historicamente, o maior temor da valvoplastia prévia era o AVC, mas agora aparece a injúria miocárdica como novo fator. 

O DIRECTAVI (Direct Transcatheter Aortic Valve Implantation) foi um trabalho randomizado e aberto para provar a não inferioridade do implante direto vs. a valvoplastia prévia sistemática utilizando a prótese SAPIEN 3. Mediu-se a troponina basal e um dia após o procedimento. 

O desfecho primário principal foi uma elevação da troponina 15 vezes ou mais acima do limite de referência (14 ng/l). 

Um mês após o procedimento também foi avaliado o impacto da injúria miocárdica em eventos clínicos tais como mortalidade, AVC, sangramento maior, complicações vasculares, transfusões, injúria renal, insuficiência cardíaca, necessidade de marca-passo e insuficiência aórtica.


Leia também: Regressão de placas de alto risco com mudanças do estilo de vida.


Em 211 pacientes estiveram disponíveis os resultados de troponina basais e um mês após o procedimento. A idade média dos pacientes foi de 83 anos (78-87 anos).

A troponina ultrassensível pós-procedimento foi de 124,9 ± 81,4 ng/l no grupo implante direto vs. 170,4 ± 127,7 ng/l no grupo com pré-dilatação sistemática (p = 0,007). O critério de injúria miocárdica foi cumprido em 12,2% dos pacientes com implante direto vs. 27,9% do grupo valvoplastia prévia (p = 0,004). 

A valvoplastia sistemática prévia ao TAVI quase triplicou a injúria miocárdica (HR: 2,8, IC 95%: 1,4 a 5,8).


Leia também: Assintomáticos, a variável que perpetua a pandemia de COVID-19.


Essa injúria miocárdica não foi somente um achado de laboratório nos níveis de troponina, mas se traduziu em eventos adversos em um mês de seguimento (p = 0,03).

Conclusão

A valvoplastia sistemática com balão prévia ao implante percutâneo valvar aumenta as chances e a gravidade de injúria miocárdica com a última geração da válvula balão-expansível. Dita injuria miocárdica se traduziu em eventos no seguimento de um mês. 

Os resultados respaldam a ideia do implante direto da prótese S3. 

Descargar (PDF, Unknown)

Título original: Myocardial Injury After Balloon Predilatation Versus Direct Transcatheter Aortic Valve Replacement: Insights From the DIRECTAVI Trial.

Referência: Mariama Akodad et al. J Am Heart Assoc. 2020;9:e018405. DOI: 10.1161/JAHA.120.018405.


Gostaria de receber um resumo semanal com os últimos artigos científicos?

(Visited 21 times, 1 visits today)

*

Top