Impacto da reparação endovascular da tricúspide “borda a borda”

Reduzir a insuficiência tricúspide de maneira endovascular se associa a uma melhora da função hepática. Isso é especialmente válido se a função hepática já se encontrava alterada antes da reparação da valva. É interessante ressaltar aqui que o fígado é um órgão invisível para muitos cardiologistas. Já em relação à função renal não se constatou nenhuma modificação.

Costo efectividad de la reparación endovascular y quirúrgica en aneurismas complejos

A reparação endovascular da insuficiência tricúspide parece uma opção interessante, especialmente para os pacientes com disfunção hepática.

A reparação endovascular “borda a borda” da válvula tricúspide emerge como uma opção para aqueles pacientes inoperáveis, ou inclusive todos os pacientes, já que a cirurgia não mostrou benefício na reparação ou substituição desta valva. Por muito tempo esquecida, ensombrecida fundamentalmente pela valva aórtica e pela valva mitral, a valva tricúspide ademais tem impacto em órgãos invisíveis para muitos cardiologistas (por exemplo, o fígado).


Leia também: Cirurgia para melhorar a sobrevida em insuficiência tricúspide isolada.


Foram incluídos um total de 126 pacientes tratados em um centro com reparação endovascular entre 2016 e 2018. As funções hepática e renal basais foram registradas e comparadas com os resultados após 30 dias e 6 meses.

Do total, 110 pacientes sobreviveram aos 6 meses de seguimento. Entre eles, a função renal se manteve estável, incluindo o caso dos pacientes com disfunção renal crônica moderada a severa (filtração glomerular basal 37,5 ml/min/1,73m² basal vs. 40,1 ml/min/1,73m² aos 6 meses; p = 0,39).

Com relação à função hepática, observou-se uma melhora significativa após 6 meses objetivada pelas transaminases e pela bilirrubina. Dita melhora foi mais significativa quanto mais alterada estivesse a função basal.

Conclusão

A redução da insuficiência tricúspide com a técnica “borda a borda” por cateterismo se associou a uma melhora significativa da função hepática, ao passo que a função renal se manteve estável com relação à basal.

Esta opção é cada vez mais atrativa para os pacientes inoperáveis ou inclusive para todos os pacientes.

Título original: Impact of Transcatheter Tricuspid Valve Repair for Severe Tricuspid Regurgitation on Kidney and Liver Function.

Referência: Nicole Karam et al. J Am Coll Cardiol Intv 2019. Article in press.


Gostaria de receber um resumo semanal com os últimos artigos científicos?

Sua opinião nos interessa. Pode deixar abaixo seu comentário, reflexão, pergunta ou o que desejar. Será mais que bem-vindo.

*

Top