Doença pulmonar e cigarros eletrônicos: novos dispositivos e novas doenças

Está sendo constatado o aparecimento de pacientes com características similares que têm em comum o uso de cigarros eletrônicos. Embora não seja possível identificar os componentes responsáveis pelo dano, está claro que as novas patologias que estão surgindo decorrem do uso do cigarro eletrônico. 

Enfermedad pulmonar y cigarrillos electrónicos: Nuevos dispositivos con nuevas enfermedades

Os cigarros eletrônicos são dispositivos operados por baterias que aquecem um líquido formando um aerossol que pode ser inalado. Várias doenças pulmonares relacionadas com os cigarros eletrônicos têm sido relatadas como casos isolados, mas nunca uma série com um número suficiente de pacientes. 

Este trabalho definiu os casos como aquelas pessoas que relatavam o uso de cigarros eletrônicos nos 90 dias prévios ao início dos sintomas e que, ademais, apresentavam infiltrações pulmonares nas imagens que não podiam ser atribuídas a outras doenças. 


Leia também: Cigarros eletrônicos: não há evidência definitiva sobre seu potencial efeito cardiovascular, mas alguns sugerem prudência


Registraram-se 53 pacientes, dentre os quais a enorme maioria estava composta por homens com uma idade média de 19 anos. A maioria se apresentou com sintomas respiratórios (98%), sintomas gastrointestinais (81%) e sintomas constitucionais (100%). Todos eles apresentavam infiltrações pulmonares bilaterais.

94% dos pacientes necessitou internação e um terço deles necessitou ventilação mecânica. Um paciente faleceu na internação. 

84% dos pacientes assumiu usar produtos de tetra-hidrocanabinol em seus cigarros eletrônicos, embora haja uma grande variedade de produtos e dispositivos no mercado. 



Leia também: Cigarros eletrônicos vs. terapia com nicotina para deixar de fumar.


A vigilância realizada em um estado dos Estados Unidos mostrou que se duplicaram as consultas por doença pulmonar severa entre 2018 e 2019.

Conclusões

Todos estes pacientes apresentaram características clínicas similares e todos utilizavam cigarros eletrônicos sem que se possa atribuir os sintomas ou as imagens pulmonares a outra doença. São necessários trabalhos adicionais para caracterizar a fisiopatologia e identificar as causas definitivas. 

Título original: Pulmonary Illness Related to E-Cigarette Use in Illinois and Wisconsin — Preliminary Report.

Referência: Jennifer E. Layden et al. N Engl J Med. 2019 Sep 6. [Epub ahead of print].


Gostaria de receber um resumo semanal com os últimos artigos científicos?

Sua opinião nos interessa. Pode deixar abaixo seu comentário, reflexão, pergunta ou o que desejar. Será mais que bem-vindo.

*

Top