Síndromes Coronarios Agudos articles

Manejo de los infartos durante la pandemia de Covid-19

Diretrizes “transitórias e de emergência” para infartos durante a pandemia

Diretrizes “transitórias e de emergência” para infartos durante a pandemia

Várias sociedades dos Estados Unidos (AHA, entre outras) têm respondido à pergunta de muitos médicos que se encontram na primeira linha sobre qual é a estratégia ideal para tratar os infartos agudos do miocárdio com elevação do segmento ST (STEMI) durante a pandemia por Covid-19. Este documento visa a garantir aos pacientes cursando um STEMI

Colchicina post infarto: buenos resultados y costo-efectivo

Colchicina pós-infarto: bons resultados e custo-efetivo

De acordo com o estudo COLCOT, que foi originalmente apresentado nas sessões científicas do AHA 2019 e simultaneamente publicado no NEJM, baixas doses de colchicina reduzem o risco de eventos isquêmicos pós-infarto agudo do miocárdio. A nova informação que nos chega do ACC 2020 virtual diz respeito à sua custo-efetividade.  A colchicina é uma droga

Manejo de los infartos durante la pandemia de Covid-19

Sequelas cardiovasculares da COVID-19

A injúria miocárdica, definida como um aumento do nível de troponinas, pode ocorrer tanto devido a eventos isquêmicos quanto devido a eventos não isquêmicos. A miocardite seria um exemplo de evento não isquêmico.  Uma infecção respiratória aguda e severa que cause hipóxia, especialmente pelo novo coronavírus, pode acarretar dita injúria miocárdica.  Durante a pandemia tem

¿La elevación de marcadores luego de una angioplastia electiva no debería preocuparnos?

A favor da angioplastia primária sempre e também em tempos de pandemia

Comparada com os fibrinolíticos, a reperfusão com angioplastia primária é mais confiável, durável e apresenta menos complicações. Isso redunda em um benefício clínico puro maior, tanto em termos de mortalidade quanto de reinfarto e sangramento.  Em meio à pandemia por Covid-19 reinstalou-se a discussão sobre a utilidade dos trombolíticos. Algumas sociedades os têm proposto, inclusive,

Coronavirus y corazón ¿Cómo deben prepararse los cardiólogos?

A favor do uso de trombolíticos em época de pandemia

A pandemia por Covid-19 alterou drasticamente o acesso à terapia de reperfusão em pacientes cursando um infarto com supradesnivelamento do segmento ST. Neste momento adverso talvez seja prudente reavaliar o algoritmo de reperfusão.  Embora a angioplastia primária seja a estratégia padrão de reperfusão, para alcançar todos os seus benefícios é crucial conseguir manter o tempo

Manejo de los infartos durante la pandemia de Covid-19

Manejo dos infartos durante a pandemia de Covid-19

Os pacientes com doença cardiovascular que se infectam por Covid-19 têm um particular risco de morbimortalidade. De qualquer forma, é importante ressaltar que a maioria dos que necessitam cuidados cardiovasculares por cardiopatia isquêmica, doença vascular periférica ou cardiopatia estrutural não estão infectados.  É tão importante estarmos preparados para lidar com esta pandemia quanto podermos assegurar

Coronavirus y corazón ¿Cómo deben prepararse los cardiólogos?

Trombose e tromboembolia associada à COVID-19

A doença por coronavírus 2019 (Covid-19) é uma infecção viral respiratória que pode causar uma síndrome respiratória aguda severa (SARS-CoV-2), predispondo à trombose (tanto em veias quanto em artérias) devida a uma excessiva inflamação, ativação plaquetária, disfunção endotelial e estase. Além disso, muitos pacientes que previamente estavam recebendo medicação antitrombótica por diferentes indicadores agora correm

Recomendaciones de la ACC con el nuevo coronavirus

Qual tem sido o impacto da pandemia nos infartos? A experiência chinesa

Os infartos agudos do miocárdio com supradesnivelamento do segmento ST têm uma alta mortalidade e morbidade. A estratégia de tratamento típica é a angioplastia primária. Todo o sistema tem estabelecido protocolos muito diligentes para minimizar o tempo de isquemia desde o início dos sintomas até o tratamento definitivo na sala de cateterismo.  Este trabalho relata

Doctor con tabletas de aspirinas

As lesões não responsáveis são realmente “inocentes”?

Nos últimos tempos tem surgido muita evidência sobre a redução da duração ou da intensidade do tratamento antiplaquetário após uma angioplastia coronariana para além de sua indicação inicial. Toda essa evidência pode estar falhando no tocante a mostrar-nos o risco das lesões não responsáveis após um evento coronariano agudo.  A terapia antitrombótica potente e prolongada

Infartos con supradesnivel del segmento ST en tiempos del COVID-19

Infartos com supradesnivelamento do segmento ST nos tempos do COVID-19

Este estudo retoma a experiência de 6 centros durante o primeiro mês da pandemia por COVID-19 em Nova York. Todos os pacientes incluídos apresentaram diagnóstico confirmado de infecção por coronavírus e, além disso, exibiram supradesnivelamento do segmento ST no eletrocardiograma.  Foram identificados 18 pacientes com os critérios mencionados anteriormente. Acostumados como estamos aos grandes estudos

Reperfusión en tiempos de coronavirus

Reperfusão em tempos de Coranavírus: o que mudou?

Estamos no meio de uma pandemia pelo novo COVID-19, embora o mundo já estivesse imerso em uma pandemia por doença cardiovascular. Ambas as emergências desafiam os sistemas de saúde e – pior ainda – podem coexistir.  Os sintomas das duas doenças podem se sobrepor (como a dificuldade respiratória) e são pouco confiáveis, bem como muitos

Top