Tipo de lesão articles

Left-Main Disease Controversy After EXCEL 5 years

Webinar SOLACI Research | Left-Main Disease Controversy After EXCEL 5 years

Webinar SOLACI Research | Left-Main Disease Controversy After EXCEL 5 years

Sua opinião nos interessa. Pode deixar abaixo seu comentário, reflexão, pergunta ou o que desejar. Será mais que bem-vindo.

balon_farmacologico_reestenosis_instrastent

A estratégia com dois stents nas bifurcações verdadeiras é mais segura

Gentileza do Dr. Carlos Fava.  Os DES melhoraram os resultados das ATC, mas um de seus grandes desafios continuam sendo as bifurcações, especialmente nos casos em que é necessário utilizar dois stents, já que se associa a maior reestenose e trombose do stent. A lesão nas bifurcações verdadeiras do tronco da coronária esquerda impõe o

angioplastia primaria estrategia farmacoinvasiva

Qual é a área ideal na ATC do TCE não protegido?

Gentileza do Dr. Carlos Fava.  A ATC do TCE não protegido (PCI-UPLMS) é uma estratégia aceitável e comparável com a cirurgia, mas o recomendável é sua realização com IVUS, já que dita associação demonstrou uma melhor evolução e menor mortalidade. Contudo, ainda não está muito claro qual é a área mínima que devemos conseguir.  Foi

La era del stent provisional para las bifurcaciones parece llegar a su fin

IVUS na angioplastia do TCE não protegido: devemos mudar a forma de utilização?

Gentileza do Dr. Carlos Fava. As bifurcações representam aproximadamente 25% das angioplastias e continuam sendo um desafio que na atualidade ainda não têm uma estratégia única para serem tratadas.  O IVUS demonstrou sua grande utilidade e melhorou os resultados, diminuindo a mortalidade nas ATC do tronco da coronária esquerda sem proteção. Uma nova estratégia é

¿Es seguro utilizar iFR para diferir lesiones del tronco de la coronaria izquierda?

É seguro utilizar iFR para diferir a revascularização de lesões do tronco da coronária esquerda?

Diferir a revascularização de lesões do tronco da coronária esquerda utilizando o índice no período livre de ondas (iFR) parece seguro já que pacientes cujas lesões foram diferidas tiveram um prognóstico similar, a longo prazo, ao grupo que foi revascularizado com base no mesmo método.  As lesões do tronco da coronária esquerda foram universalmente excluídas

Escándalo con los resultados del EXCEL que hicieron “caer” las últimas guías

Mais dados do EXCEL e mais controvérsias

Uma análise estatística profunda do estudo EXCEL mostrou de forma quase categórica que a probabilidade de morte, infarto ou AVC, bem como a mortalidade total é maior com a angioplastia que com a cirurgia.  Na análise Bayesiana estimou-se uma diferença, em termos de mortalidade, 3,3% superior no braço angioplastia, com uma probabilidade de 99% de

El uso del ultrasonido intravascular en la angioplastia de tronco no protegido se asocia con mejores resultados en comparación con la angioplastia guiada solo por angiografía.

IVUS em angioplastia do tronco: luxo ou necessidade?

Os avanços na técnica de angioplastia do tronco da coronária esquerda fizeram com que o procedimento passasse a ser uma alternativa razoável à cirurgia, especialmente em pacientes com um escore de Syntax baixo ou intermediário e, obviamente, para aqueles que tenham contraindicação para a cirurgia.  Os resultados podem ser atribuídos ao refinamento da técnica, aos

ACC 2020 Virtual | TWILIGHT-COMPLEX: monoterapia de ticagrelor nas angioplastias mais “perigosas”

Os achados originais do TWILIGHT em mais de 9000 pacientes submetidos a angioplastia foram apresentados no ano passado no congresso TCT e mostraram uma redução absoluta de risco de 3,1% dos sangramentos BARC 2, 3 ou 5 sem incremento da mortalidade, dos infartos ou dos AVC nos pacientes medicados que receberam ticagrelor e placebo vs.

ACC 2020 Virtual | PRECOMBAT: 10 anos para cirurgia vs. angioplastia no tronco da coronária esquerda

Após 10 anos de seguimento os pacientes com doença do tronco da coronária esquerda randomizados a angioplastia vs. cirurgia não mostraram diferenças significativas na taxa de eventos adversos maiores cardíacos ou cerebrovasculares. O fato de este trabalho ter sido o primeiro a randomizar pacientes com doença de tronco da coronária esquerda a angioplastia vs. cirurgia

La cirugía parece superior a la angioplastia en pacientes jóvenes

As novas revascularizações não são benignas, ao menos no tronco

Após o “escândalo do EXCEL”, ocorrido no final do ano passado, os pesquisadores de dito trabalho se dedicaram a publicar explicações e subestudos do trabalho principal que, embora estivessem planejados desde o princípio, podem continuar sendo interpretados como explicações.  Este subestudo nos revela que as revascularizações foram mais frequentes no ramo angioplastia, mas somente aquelas

¿Es seguro utilizar iFR para diferir lesiones del tronco de la coronaria izquierda?

Pouco dias após o “escândalo” do EXCEL é publicado o NOBLE com seguimento de 5 anos: pura coincidência?

As coincidências não existem, pelo menos para a medicina baseada em evidência. Isso é o que parecem dizer os resultados do estudo NOBLE (com seguimento de 5 anos) que serão publicados nos próximos dias no Lancet e que vão na mesma linha do escândalo gerado pela reportagem da BBC com o estudo EXCEL.  O estudo

Top