EuroPCR 2018 | TRANSIENT trial: Qual é o melhor momento para revascularizar uma SCA com elevação transitória do ST?

Este trabalho teve o objetivo de determinar o melhor momento para revascularizar um paciente admitido com síndrome coronariana aguda (SCA) com supradesnivelamento TRANSITÓRIO do ST.

TRANSIENT trial: ¿Cuál es el mejor momento para revascularizar un SCA con elevación transitoria del ST?Esta população corresponde a 15% daqueles pacientes admitidos com supradesnivelamento do ST. A dúvida está entre intervir precocemente para reduzir a área do infarto (ou um eventual reinfarto) ou adiar a intervenção para permitir a estabilização da placa e reduzir a carga trombótica. As diretrizes não consideram este cenário, fato que torna interessante este trabalho do ponto de vista fisiopatológico.

 

O trabalho incluiu 142 pacientes admitidos com supradesnivelamento do segmento ST e presença de dor. Porém, logo após instaurar as primeiras medidas, o ST se nivelou e a dor desapareceu. Os pacientes foram randomizados para angiografia e revascularização imediata vs. tardia. O desfecho primário foi o tamanho do infarto por resonância em 4 dias e o desfecho clínico em 30 dias.


Leia também: EuroPCR 2018 | RADIANCE-HTN SOLO: denervação renal guiada por ultrassom intravascular.


Não se observaram diferenças no desfecho primário entre ambos os braços e os dois tiveram resultados clínicos de curto prazo favoráveis. Observou-se somente que 5,6% dos pacientes randomizados para uma estratégia tardia tiveram que ser encaminhados com urgência à sala de cateterismos por um novo surgimento dos sintomas ou mudanças no eletrocardiograma.

 

Título original: What is the optimal timing of revascularisation in transient STEMI? The TRANSIENT trial.

Apresentador: Lemkes Jorrit.

 

Descargar (PDF, Unknown)


Gostaria de receber um resumo semanal com os últimos artigos científicos?








Sua opinião nos interessa. Pode deixar abaixo seu comentário, reflexão, pergunta ou o que desejar. Será mais que bem-vindo.

*

Top