Tag Archives: angioplastia coronariana

ACC 2019 | STOPDAPT-2: Monoterapia con P2Y12 luego de un corto período de doble antiagregación post angioplastia

ACC 2019 | STOPDAPT-2: Monoterapia com P2Y12 após um curto período de dupla antiagregação pós-angioplastia

ACC 2019 | STOPDAPT-2: Monoterapia com P2Y12 após um curto período de dupla antiagregação pós-angioplastia

A aspirina está na corda bamba: primeiro com a prevenção primária e agora inclusive no contexto de uma angioplastia, onde sua utilidade está sendo revisada e poderíamos estar diante de uma mudança de paradigma em relação à forma como conduzimos a antiagregação de nossos pacientes pós-angioplastia. Estes dois estudos, ambos apresentados nas sessões científicas do

ACC 2019 | SMART-CHOICE: la aspirina cada vez más “contra las cuerdas”

ACC 2019 | SMART-CHOICE: a aspirina cada vez mais “na corda bamba”

Este trabalho (que foi apresentado na mesma sessão do ACC 2019 que o STOPDAPT-2) incluiu 2.993 pacientes que receberam angioplastia com a atual geração dos stents Xience, Promus, Synergy ou Orsiro em 33 centros da Coreia. Ditos pacientes foram randomizados a receber 12 meses de dupla antiagregação vs. suspender a aspirina após 3 meses de

ACC 2019 | POET: los antibióticos vía oral con buenos resultados a largo plazo en endocarditis

ACC 2019 | AUGUSTUS: Apixaban e um inibidor do P2Y12 é a melhor combinação para FA e angioplastia

A aspirina incrementa o sangramento sem nenhum benefício isquêmico, mas uma tendência a mais tromboses de stents com o placebo garantem mais estudos. Os pacientes com fibrilação atrial que recebem anticoagulação e angioplastia coronariana com stent e continuam com aspirina apresentam um maior risco de sangramento sem benefício isquêmico algum.   O uso de um

ACC 2019 | SAFARI: sorpresivamente, el acceso radial no ofrece ventajas en el infarto

ACC 2019 | SAFARI: surpreendentemente, o acesso radial não oferece vantagens no infarto

Este trabalho não conseguiu mostrar vantagens em termos de mortalidade ou sangramento ao usar o acesso radial vs. o acesso femoral em pacientes cursando um infarto agudo do miocárdio. Este estudo pequeno não muda as coisas para todos os “radialistas” que já transitaram a curva de aprendizagem e que se sentem confiantes com a técnica.

BVS_everolimus-compressor

Os stents eluidores de everolimus finalmente têm um rival e não somente um stent “não inferior”

Neste grande estudo randomizado foram observadas diferenças significativas tanto em termos de falha da lesão alvo quanto no que se refere a infarto relacionado com o vaso, que persistem após 2 anos de seguimento e favorecem o stent eluidor de sirolimus com hastes ultrafinas e polímero reabsorvível (Orsiro) vs. o stent que poderíamos considerar o

Se rompe el mito de la isquemia silente en los diabéticos

Em diabéticos com doença de múltiplos vasos não é necessário calcular o SYNTAX para decidir a estratégia

Em pacientes diabéticos com múltiplos vasos, a complexidade anatômica avaliada pelo escore SYNTAX é um preditor independente de eventos combinados somente para aqueles pacientes que receberam angioplastia, sem afetar em absoluto o resultado da cirurgia. O escore não deve ser usado para tomar uma decisão de estratégia de revascularização se o paciente for diabético e

Mortalidad y volumen de angioplastias de un centro ¿Tienen relación?

Prevendo o benefício da angioplastia coronariana

A angioplastia coronariana (ATC) reduz a angina e melhora a qualidade de vida dos pacientes com cardiopatia isquêmica crônica e estável, embora isso possa ser revisado à luz do estudo ORBITA. Enquanto isso, podemos aceitar como verdadeira a afirmação anterior até surgirem novos trabalhos que confirmem ou refutem os resultados do mencionado – e controverso

Seguridad de combinar los nuevos anticoagulantes y la doble antiagregación

Segurança de combinar os novos anticoagulantes e a dupla antiagregação

A fibrilação atrial é a arritmia mais comum e sua associação com o antecedente de infarto agudo do miocárdio ou angioplastia coronariana é bastante frequente. Segundo este estudo (recentemente publicado no JACC) feito em uma população do mundo real, a combinação de anticoagulantes diretos com dupla antiagregação plaquetária diminui significativamente o risco de sangramento e

perforación coronaria en angioplastia

Manejo prático das perfurações coronarianas

A perfuração coronariana tem uma incidência de 0,5% e está relacionada à ocorrência de 13 vezes mais eventos intra-hospitalares e 5 vezes mais mortalidade em 30 dias. O catastrófico deste evento faz com que seu manejo deva ser um conhecimento indispensável para todos os cardiologistas intervencionistas. Este acidente é mais frequentemente provocado por uma superdilatação

TCT 2018 | ULTIMATE: Implante de DES guiado por IVUS, para todos los vasos, para todas las lesiones

TCT 2018 | ULTIMATE: Implante de DES guiado por IVUS para todos os vasos e para todas as lesões

O implante de stents farmacológicos guiado por ultrassonografia intravascular coronariana (IVUS) está associado a menos eventos adversos quando o procedimento é guiado somente por angiografia. Isto é bastante claro em determinadas populações (com a angiografia no tronco como paradigma) mas não estava tão claro em populações não selecionadas “all comers”. Foram randomizados 1:1 1.448 pacientes

Top