Tag Archives: angioplastia coronariana

oclusiones totales cronicas plataformas bioabsorbibles stents liberadores de droga

Stents em placas lipídicas vs. fibrocálcicas: diferente prognóstico?

Stents em placas lipídicas vs. fibrocálcicas: diferente prognóstico?

A angioplastia coronariana com stents farmacológicos contemporâneos em placas ateroscleróticas ricas em lipídios não se relacionou com um aumento de eventos periprocedimento a longo prazo em comparação com as placas sem uma quantidade significativa de lipídios.  Este trabalho recentemente publicado no J Am coll Cardiol avaliou a associação entre as placas ricas em lipídios detectadas

Reperfusión en tiempos de coronavirus

Reperfusão em tempos de Coranavírus: o que mudou?

Estamos no meio de uma pandemia pelo novo COVID-19, embora o mundo já estivesse imerso em uma pandemia por doença cardiovascular. Ambas as emergências desafiam os sistemas de saúde e – pior ainda – podem coexistir.  Os sintomas das duas doenças podem se sobrepor (como a dificuldade respiratória) e são pouco confiáveis, bem como muitos

ACC 2020 Virtual | TWILIGHT-DM: monoterapia de ticagrelor em pacientes diabéticos

Assim como ocorreu como o subestudo do TWILIGHT em pacientes com angioplastias complexas, o Dr. Angiolillo apresentou de forma virtual o subestudo em pacientes diabéticos. Dito subestudo foi simultaneamente publicado no J Am Coll Cardiol. Este trabalho faz foco na complexidade clínica dos pacientes e não em uma complexidade técnica do procedimento.  O TWILIGHT-DM analisou

La ATC es una alternativa válida en el TCI

5 anos do FAST-MI: se os tempos não podem ser cumpridos é melhor trombolizar

Uma grande proporção de pacientes recebe angioplastia primária fora dos tempos recomendados pelas diretrizes da prática clínica. Esses pacientes têm pior resultado em 5 anos em comparação com aqueles que recebem uma estratégia fármaco-invasiva.  As diretrizes de infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento do segmento ST recomendam a angioplastia primária como estratégia preferencial de escolha

Monitoreo Post Angioplastia

O monitoramento contínuo pós-angioplastia como rotina poderia não ser necessário

Segundo um trabalho publicado recentemente no Circ. Cardiovasc Interv, a taxa de arritmias pós-angioplastia programada que necessitam algum tipo de tratamento é muito baixa, de maneira que não se justificaria um monitoramento rotineiro em todos os pacientes.  É um padrão na maioria das instituições ter monitoramento cardíaco contínuo durante várias horas após uma angioplastia coronariana

FFR en diabéticos

Confiabilidade do FFR em diabéticos: é necessário contar com outros pontos de corte?

A diabetes não parece mascarar os resultados da medição do fluxo fracionado de reserva (FFR) em uma determinada lesão. Porém, recentemente surgiram algumas opiniões de especialistas e trabalhos pequenos nos quais se questionou a confiabilidade do FFR neste subgrupo particular de pacientes. Este novo trabalho observacional que proximamente será publicado no JAMA dilucida algumas dúvidas

La complejidad de la angioplastia puede definir el tiempo de doble antiagregación

Monoterapia de ticagrelor um mês após o implante de um DES

O GLASSY é um subestudo pré-especificado do GLOBAL LEADERS que mostrou que a monoterapia de ticagrelor após um mês de dupla antiagregação é não inferior (mas não superior) ao tratamento convencional em termos de eventos isquêmicos. No que se refere à segurança, a monoterapia de ticagrelor não conseguiu reduzir os sangramentos maiores em comparação com

Pretratamiento con estatinas para prevenir eventos peri angioplastia carotidea

Prevenção secundária: uma responsabilidade que não deveríamos delegar

Após uma angioplastia coronariana o uso de fármacos de comprovada eficácia na redução de eventos maiores vai declinando com o tempo, o que se relaciona com um pior prognóstico para nossos pacientes.  Às vezes, sem querer, podemos transmitir a sensação aos pacientes de que depois do implante do stent a artéria está “curada” ou que

Debemos tener en cuenta a la isquemia crítica de MM II en el TAVI

Revascularização pré-TAVI: angiografia ou fisiologia?

Guiar a revascularização com fluxo fracionado de reserva (FFR) se associou com resultados favoráveis em comparação com a clássica condução angiográfica em pacientes em plano de receber um implante percutâneo da valva aórtica (TAVI).   Diante da completa falta de estudos randomizados, este trabalho observacional é o melhor que temos para guiar a revascularização em pacientes

AHA 2019 | ISCHEMIA-CKD: insuficiencia renal crónica y enfermedad coronaria estable

AHA 2019 | ISCHEMIA-CKD: insuficiência renal crónica e doença coronariana estável

Dentre os pacientes do ISCHEMIA global, aqueles com insuficiência renal crônica são um subgrupo de especial alto risco. No entanto, do mesmo modo que ocorreu com a população geral do estudo, uma estratégia invasiva com coronariografia seguida de revascularização não melhorou os eventos  Segundo a apresentação do Dr. Bangalore durante as sessões científicas do AHA

Top