Síndromes Coronarios Agudos articles

¿Las angioplastias primarias a la madrugada siguen teniendo mayor mortalidad?

As angioplastias primárias na madrugada continuam tendo maior mortalidade?

As angioplastias primárias na madrugada continuam tendo maior mortalidade?

Conforme este estudo contemporâneo e em função da organização que temos hoje para tratar os infartos, os pacientes admitidos em um centro terciário de alto volume para angioplastia primária recebem um tratamento similar e apresentam um prognóstico similar sem que tenha relevância a hora do infarto.  Vários estudos precedentes mostraram que as angioplastias primárias realizadas

AHA 2019 | COMPLETE: la revascularización completa es superior por tratar otras placas vulnerables

AHA 2019 | COMPLETE: a revascularização completa é superior por tratar outras placas vulneráveis

Este subestudo do COMPLETE que utiliza tomografia de coerência ótica (OCT) mostrou a frequência de outras lesões vulneráveis além da lesão culpada. Isso explica em termos fisiopatológicos o benefício da revascularização completa observado no estudo original.  De acordo com as conclusões do estudo COMPLETE, os pacientes com um infarto com supradesnivelamento do segmento ST em

AHA 2019 | TWILIGHT: discontinuar la aspirina luego de un síndrome coronario agudo

AHA 2019 | TWILIGHT: descontinuar a aspirina após uma síndrome coronariana aguda

Os achados deste trabalho confirmam um menor sangramento sem ônus em termos de eventos trombóticos ao suspender a aspirina após uma síndrome coronariana aguda.  Na mesma linha que o TWILIGHT original, este trabalho pôs o foco unicamente em pacientes com síndromes coronarianas agudas (excluindo pacientes com supradesnivelamento do segmento ST) e confirmou que suspender a

DETO2X-AMI: el O2 suplementario no aporta beneficios en pacientes con sospecha de infarto

Complicações mecânicas do infarto na atualidade

Os dados contemporâneos de um grande registro publicado recentemente mostram que as complicações mecânicas do infarto são pouco frequentes, mas continuam com uma altíssima taxa de mortalidade que não parece melhorar com o tempo.  A informação que tínhamos sobre complicações mecânicas tinha ficado caduca e não havia dados atuais sobre a incidência e o prognóstico.

Cantidad de horas de sueño y riesgo de infarto de miocardio

Quantidade de horas de sono e risco de infarto do miocárdio

Este é um dos primeiros trabalhos que estudam o tema de maneira prospectiva e os resultados respaldam a ideia de que dormir pouco é um potencial fator de risco de infarto. Ainda falta mais informação para que a quantidade de horas de sono entre no pacote de recomendações sobre a mudança de estilo de vida,

Highlights TCT 2019

TCT 2019 | COMPLETE: subestudo para conhecer o momento ótimo da revascularização completa no infarto

Gentileza da SBHCI. O estudo COMPLETE foi feito para avaliar o benefício da revascularização completa vs. a revascularização do vaso culpado isoladamente no contexto de um infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento do segmento ST. Este subestudo do COMPLETE, que foi apresentado nas sessões científicas do TCT 2019 e simultaneamente publicado no JACC, avalia o

Disección coronaria en mujeres: poco frecuente y de difícil manejo

Revascularização em dissecção espontânea que gera um infarto com supradesnivelamento do segmento ST

As dissecções espontâneas são uma causa de infarto agudo do miocárdio que está crescendo em número, especialmente entre as mulheres jovens. Esses infartos são frequentemente tratados de forma conservadora devido aos riscos que implica a revascularização pela possibilidade de estender a dissecção tanto em termos retrógrados quanto anterógrados. Dada a incerteza que existe sobre o

Los balones farmacológicos pasaron la prueba del tiempo en territorio femoropoplíteo

Balões farmacológicos vs. stents farmacológicos em angioplastia primária

Tal vez a teoria de não deixar nada para trás possa se concretizar, ao menos no contexto da angioplastia primária. O estudo REVELATION, que será publicado nos próximos dias no J Am Coll Cardiol Intv mostrou que os balões eluidores de paclitaxel foram não inferiores aos stents farmacológicos (DES) em termos do valor de FFR

Infarto agudo de miocardio y lesiones de múltiples niveles

IAMST em dissecções coronarianas: quando devemos tratá-la e quais são os seus resultados?

Gentileza do Dr. Carlos Fava. Geralmente, a dissecção coronariana (DC) é pouco frequente em mulheres jovens e apresenta melhor evolução com tratamento médico. No entanto, em certas ocasiões se associa à elevação do segmento ST. Em tal cenário, a angioplastia com implante de stent é um verdadeiro desafio. Foram analisados 4.298 pacientes que tiveram IAMST.

El FFR ahorra síntomas a los pacientes y costos a los financiadores de salud

Devemos fazer revascularização completa no infarto agudo do miocárdio com múltiplos vasos?

Gentileza do Dr. Carlos Fava. Já faz muitos anos que a angioplastia transluminal coronariana (ATC) primária é o tratamento de escolha no infarto agudo do miocárdio (IAM), mas em um grupo grande de pacientes se associa a lesões dos vasos não culpados. Embora se haja demonstrado que a revascularização dos vasos não culpados apresenta melhor

ESC 2019 | CONDI-2ERIC-PPCI: punto final para el pre-acondicionamiento isquémico en angioplastia primaria

ESC 2019 | CONDI-2ERIC-PPCI: ponto final para o pré-condicionamento isquêmico em angioplastia primária

De acordo com este trabalho apresentado no domingo no ESC 2019, o pré-condicionamento isquêmico remoto não oferece nenhum benefício clínico aos pacientes com um infarto agudo com supradesnivelamento do segmento ST em curso que recebem angioplastia primária. Os estudos prévios eram limitados e pequenos, mas este trabalho parece trazer a evidência definitiva com relação ao

Top