Tag Archives: infarto agudo do miocárdio

DES con polímero bioabsorbible vs Bare Metal Stents en angioplastia primaria

DES com polímero bioabsorvível vs. Bare Metal Stents em angioplastia primária

DES com polímero bioabsorvível vs. Bare Metal Stents em angioplastia primária

Depois de os guias de revascularização miocárdica terem sentenciado que já não existem razões médicas para continuar utilizando os Bare Metal Stents, surge este trabalho que refresca os velhos estudos que contrapunham os DES aos Bare no contexto da angioplastia primária. O problema para muitos países é que a angioplastia primária, por motivos óbvios, é

¿Se justifica utilizar filtro de protección distal en los puentes venosos?

A proteção gástrica volta aos holofotes após várias idas e vindas

Vários guias clínicos variam sua recomendação de acordo com a prescrição de inibidores da bomba de prótons em pacientes que estejam recebendo dupla antiagregação plaquetária após um infarto. Em 2015 a Sociedade Europeia (ESC) recomendava seu uso em pacientes com alto risco de sangramento, mas depois da atualização de 2017 passou a recomendá-la para todos

REVELATION: Balones liberadores de droga en infartos con supradesnivel del segmento ST

EuroPCR 2019 | REVELATION: Balões eluidores de droga em infartos com supradesnivelamento do segmento ST

Os balões eluidores de drogas no contexto de um infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento do segmento ST parecem ser seguros e factíveis sob certas circunstâncias. Este estudo unicêntrico deu o pontapé inicial para continuarmos estudando a possibilidade de “não deixar nada para trás” após uma angioplastia primária. Este pequeno estudo randomizado revitaliza os balões

Revascularização completa em etapas vs. vaso culpado a longo prazo

A revascularização completa em etapas em pacientes com um infarto agudo do miocárdio em curso e lesões em outros vasos supera a angioplastia da artéria culpada isoladamente após 5 anos de seguimento. Os resultados desta análise retrospectiva mostram o benefício da angioplastia em etapas, embora dito benefício possa ser relativizado em pacientes diabéticos. Os resultados

ACC 2019 | SAFARI: sorpresivamente, el acceso radial no ofrece ventajas en el infarto

ACC 2019 | SAFARI: surpreendentemente, o acesso radial não oferece vantagens no infarto

Este trabalho não conseguiu mostrar vantagens em termos de mortalidade ou sangramento ao usar o acesso radial vs. o acesso femoral em pacientes cursando um infarto agudo do miocárdio. Este estudo pequeno não muda as coisas para todos os “radialistas” que já transitaram a curva de aprendizagem e que se sentem confiantes com a técnica.

ACC 2019 | Infartarse muy joven o 10 años después no cambia la mortalidad a largo plazo

ACC 2019 | Sofrer um infarto quando se é muito jovem ou 10 anos mais tarde não muda a mortalidade a longo prazo

Segundo o registro YOUNG-MI, apresentado nas sessões científicas do ACC 2019, aqueles pacientes que sofreram seu primeiro evento coronariano antes dos 40 anos apresentam uma mortalidade a longo prazo similar àqueles que sofreram seu primeiro infarto 10 anos mais tarde. A prevenção secundária deve ser usada de maneira tão agressiva nos pacientes como se faz

Momento óptimo para revascularizar un infarto con elevación transitoria del ST

Momento ótimo para revascularizar um infarto com elevação transitória do ST

Aqueles pacientes que são admitidos cursando uma síndrome coronariana aguda com elevação transitória do segmento ST mas que logo depois o normalizam completamente (desaparecendo os sintomas antes de serem tratados) são os pacientes que habitualmente catalogamos como ‘cursando uma síndrome coronariana aguda sem elevação do segmento ST’. Isso é complexo, já que não está claro

Infarto agudo de miocardio y lesiones de múltiples niveles

Os 10 mandamentos da 4ª definição universal de infarto

A 4ª definição universal de infarto foi um documento desenvolvido conjuntamente pela Sociedade Europeia de Cardiologia (ESC), o colégio Americano de Cardiologia (ACC), a Associação Americana de Cardiologia (AHA) e a Federação mundial do coração (WHF). A 4ª definição se fez necessária por múltiplas razões, incluindo a cada vez maior sensibilidade da troponina.   Obviamente,

Es posible suspender los Betabloqueantes post infarto agudo de miocardio

É possível suspender os Betabloqueadores pós-infarto agudo do miocárdio

Os betabloqueadores (BB) foram a primeira medicação da história que tentou diminuir eventos após um infarto agudo do miocárdio há já muitíssimos anos. Entretanto, em todo o tempo transcorrido desde seu aparecimento em cena, outras medicações bem como a reperfusão surgiram como prevenção secundária que poderia fazer sombra àquele benefício original demonstrado pelos betabloqueadores. Este

AHA 2018 | El dispositivo Impella gana evidencia, pero hacen faltan estudios más grandes

AHA 2018 | O dispositivo Impella ganha evidência, mas são necessários estudos de maior magnitude

Neste estudo piloto descarregar o ventrículo esquerdo com o dispositivo para suporte circulatório Impella CP e adiar a angioplastia uns 30 minutos parece factível e seguro em pacientes cursando um infarto agudo do miocárdio que não se encontram em choque. Este trabalho buscou testar a hipótese de diminuir a injúria por isquemia/reperfusão com o dispositivo.

Top