TCT 2020 | Menos sintomas e eventos ao otimizar com iFR

Os pacientes sintomáticos submetidos a angioplastia nos quais se constata a ausência de isquemia residual com iFR apresentam, em um ano, uma melhora sintomática superior àqueles em que não se realizou a otimização. 

TCT 2020 | Nueva información sobre el valor del FFR antes y después de la angioplastia

Para além dos sintomas, os pacientes que recebem otimização com iFR (medição final ≥ 0,95) apresentam menor mortalidade cardíaca, infarto espontâneo ou revascularização justificada pela clínica do que os que finalizam o procedimento com uma medição < 0,95.

Esta informação remarca a importância da avaliação fisiológica após a angioplastia.

O DEFINE-PCI incluiu 467 pacientes com angioplastias bem-sucedidas que foram avaliados imediatamente depois com iFR. Um quarto da população apresentava lesões funcionalmente significativas após o procedimento. A análise post hoc do estudo mostrou que o valor de iFR pós-angioplastia ≥ 0.95 era capaz de predizer eventos clínicos.

Os pacientes basalmente mais sintomáticos e aqueles com iFR final ≥ 0.95 foram os que apresentaram o maior benefício em termos de angina.

Título original: One-year outcomes of patients with residual physiologic ischemia after percutaneous coronary intervention: the DEFINE PCI trial.

Referência: Patel M et al. Presentado en el congreso TCT 2020 virtual.


Gostaria de receber um resumo semanal com os últimos artigos científicos?

*

Top