STOPDAPT-2 ACS: Um mês de DAPT NÃO é suficiente em pacientes agudos

Um mês de dupla antiagregação plaquetária em pacientes cursando uma síndrome coronariana aguda não alcançou os resultados de segurança e eficácia observados na população geral do estudo original STOPDAPT-2.

STOPDAPT-2 ACS: Un mes de DAPT NO es suficiente en pacientes agudos

O STOPDAPT-2 ACS comparou um mês de dupla antiagregação plaquetária (DAPT) seguido de monoterapia de clopidogrel por um ano comparado com um ano de DAPT após a angioplastia. 

A parte inicial do estudo recrutou majoritariamente pacientes estáveis (38% agudos) e todos receberam o stent eluidor de everolimus Xience. 

A análise dos pacientes estáveis (STOPDAPT-2) pôde demonstrar tanto não inferioridade quanto superioridade de 1 mês de DAPT vs. 12 meses no desfecho primário de eficácia de morte cardiovascular, infarto, AVC, trombose definitiva e sangramento. O mesmo não foi válido para os pacientes cursando síndromes coronarianas agudas. 

Para o mesmo desfecho primário combinado em pacientes agudos a taxa acumulada de eventos foi de 3,2% para os que receberam um mês de DAPT vs. 2,83% no grupo que recebeu 12 meses (HR 1,15; IC 95% 0,80 a 1,62), o que não foi significativo.

Entretanto, ao analisar por separado os sangramentos (tanto maiores como menores) estes foram significativamente mais baixos no grupo que recebeu um mês de DAPT (0,54% vs. 1,17%, HR 0,46; IC 95% 0,23 a 0,94). Também foram diferentes os infartos com quase o dobro de chances para aqueles que receberam somente um mês de DAPT (1,59% vs. 0,85%, HR 1,91; IC 95% 1,06 a 3,44).


Leia Também: A FDA aprova um terceiro dispositivo que entra na concorrência do TAVI.


Os resultados do STOPDAPT-2 ACS deixam algumas perguntas sem responder. Provavelmente o clopidogrel não seja a escolha de preferência nos pacientes cursando uma síndrome coronariana aguda de alto risco isquêmico. 

Também é fundamental levar em conta o risco de sangramento. Durante o mesmo ESC 2021 foi apresentado o MASTER DAPT, que testou um mês de DAPT seguido de monoterapia de clopidogrel em pacientes com alto risco de sangramento (um terço da população foi admitida no estudo cursando uma síndrome coronariana aguda). 

O resultado do MASTER DAPT foi positivo a favor de somente um mês de DAPT e isso ocorreu paralelamente com uma redução dos sangramentos com manutenção da segurança em termos de eventos isquêmicos. 

Título original: STOPDAPT-2 ACS: one-month dual antiplatelet therapy followed by clopidogrel monotherapy in acute coronary syndrome.

Referência: Watanabe H. et al. Presentado en el ESC 2021.


Gostaria de receber um resumo semanal com os últimos artigos científicos?

*

Top