Femoropoplítea articles

Los DES de última generación presentan mejores resultados en puentes venosos que los DES antiguos y BMS

Balões vs. stents farmacológicos justo quando o paclitaxel está no olho do furacão

Balões vs. stents farmacológicos justo quando o paclitaxel está no olho do furacão

Depois de a FDA ter lançado um alerta sobre os dispositivos com paclitaxel em território femoropoplíteo e isso ter motivado a suspensão de alguns estudos em andamento, a verdade é que ditos dispositivos têm comprovada eficiência e continuam sendo utilizados. O aumento da mortalidade observada na metanálise que motivou o alerta da FDA tem várias

Los balones farmacológicos pasaron la prueba del tiempo en territorio femoropoplíteo

Alerta da FDA sobre balões e stents farmacológicos em território femoropoplíteo

A FDA publicou um alerta sobre o risco potencial a longo prazo dos balões recobertos com paclitaxel e dos stents eluidores de paclitaxel em pacientes com lesões em território femoropoplíteo. De acordo com o documentado em um estudo recente, estão sendo avaliados signos de aumento da mortalidade a longo prazo nos pacientes com doença da

Efecto a largo plazo de los balones liberadores con bajas dosis de paclitaxel

Efeito a longo prazo dos balões eluidores com baixas doses de paclitaxel

O efeito benéfico do tratamento com balões eluidores de baixas doses de paclitaxel se sustenta no tempo de acordo com o demonstrado pela primeira vez neste trabalho randomizado. Concretamente, este estudo demonstrou uma diferença estatisticamente significativa a favor dos balões eluidores de paclitaxel vs. angioplastia convencional em 2 anos. A segurança e eficácia da nova

¿Beneficio adicional del bypass radial en la cirugía de revascularización miocárdica?

O by-pass infrapatelar apresenta resultado diferente após uma tentativa endovascular

Muitas vezes informamos a nossos pacientes que podemos tentar recanalizar uma femoral superficial de forma endovascular e em caso de falha ou reestenose resta a possibilidade cirúrgica posterior. Com esta informação estamos assumindo que o by-pass após o tratamento endovascular vai ter o mesmo resultado que o by-pass primário, e a realidade é que não

imperial-TCT 2018

TCT 2018 | IMPERIAL: primeiro estudo a comparar stents farmacológicos em território femoropoplíteo

O estudo Imperial comparou a segurança e a eficácia do stent autoexpansível de nitinol livre de polímero e eluidor de paclitaxel (Zilver PTX, Cook Medical, já aprovado pela FDA) e o stent autoexpansível de nitinol com polímero eluidor de paclitaxel (Eluvia, Boston Scientific). O estudo foi randomizado, simples cego e incluiu pacientes com claudicação intermitente

isquemia crítica de miembros inferiores

A fragilidade: quando chegamos demasiadamente tarde para a abordagem da isquemia crítica de membros inferiores

Esta condição que se fez comum entre os pacientes que recebem TAVI se expandiu a quase todos os pacientes que tratamos e sempre com o mesmo resultado: o prognóstico é muito pior, inclusive tão ruim como para justificar a difícil decisão de seguir adiante. A associação entre fragilidade e mal prognóstico é fácil de ser

HIV y enfermedad vascular: una asociación que empezamos a reconocer

HIV e doença vascular: uma associação que começamos a reconhecer

O efeito do vírus da imunodeficiência humana (HIV) no desenvolvimento da doença vascular (especificamente da doença vascular periférica) ainda não está completamente dilucidado. É o vírus em si o responsável pela doença vascular ou esta é na verdade uma consequência da dislipidemia que têm como efeito muitos antirretrovirais? Este trabalho investigou o efeito da infecção

¿Cuál es el efecto de las estatinas sobre las amputaciones y la sobrevida en la enfermedad vascular periférica?

Cai a mortalidade da doença vascular periférica graças à revascularização

Este trabalho de coorte nos mostra que entre 2006 e 2015 a sobrevida global melhorou e o risco de amputação maior diminuiu após a revascularização de membros inferiores. Estas observações populacionais após a revascularização de membros inferiores melhoraram durante o período avaliado, da mesma forma que melhorou a centralização e a especialização dos serviços intervencionistas.

Los 10 mandamientos de las nuevas guías sobre enfermedad periférica de la ESC

Os 10 mandamentos dos novos guias da ESC sobre doença periférica

Os autores realizam um resumo muito ameno dos pontos mais importantes dos novos guias sobre diagnóstico e tratamento da doença vascular periférica. Esperamos que a enumeração do mais importante em 10 pontos à imagem dos mandamentos evite-lhes a sempre tediosa tarefa de ler um guia completo. Em janeiro de 2018 o artigo dos 10 mandamentos

As novidades dos guias Europeus em doença vascular periférica

Desde a última versão dos Guias Europeus para o diagnóstico e tratamento da doença vascular periférica de 2011 foram publicados muitos trabalhos e registros que justificam um ajuste em vários pontos. A grande novidade foi o “trabalho em equipe”, já que pela primeira vez os guias foram feitos em colaboração com a Sociedade Europeia de

Los balones farmacológicos pasaron la prueba del tiempo en territorio femoropoplíteo

Os balões farmacológicos foram aprovados no teste de tempo em território femoropoplíteo 

A revascularização endovascular se estabeleceu como a principal estratégia para os pacientes sintomáticos com doença arterial periférica em território femoropoplíteo. A angioplastia com balão convencional é efetiva no que se refere ao ganho de lúmen, mas apresenta uma taxa de reestenose de até 60% em 12 meses. O implante de stents convencionais reduziu a reestenose

Top