Aorta articles

endoprotesis fenestradas

Próteses fenestradas para tratar endoleak tipo 1: qual é o preço do êxito?

Próteses fenestradas para tratar endoleak tipo 1: qual é o preço do êxito?

Tanto as próteses fenestradas como as ramificadas podem tratar efetivamente pacientes nos quais a endoprótese original falhou por apresentar um endoleak tipo 1 significativo. Isso não só implica um custo em termos de dispositivos mas também de vários procedimentos endovasculares e cirúrgicos subsequentes.  O fracasso em uma endoprótese para tratar um aneurisma de aorta abdominal

SOLACI PERIPHERAL | Corrección de Endoleak tipo I b en paciente post tratamiento híbrido mínimamente invasivo en disección de aorta tipo A

SOLACI PERIPHERAL | Correção de “Endoleak” tipo I b em paciente pós-tratamento híbrido minimamente invasivo em dissecção de aorta tipo A

Chega um novo caso do SOLACI PERIPHERAL! Nesta oportunidade, o Dr. Daniel Zanuttini (Arg.) nos apresenta um caso sobre Correção de “Endoleak” tipo I b em paciente pós-tratamento híbrido minimamente invasivo em dissecção de aorta tipo A”. Trata-se do 8º caso clínico apresentado pelo SOLACI Perifheral. A intenção deste espaço é promover e aprofundar o intercâmbio de

El tratamiento endovascular parece superior a la cirugía en aneurismas rotos

Intervir ou diferir aneurismas de aorta abdominal na pandemia

Algumas sociedades europeias têm recomendado diferir o tratamento de aneurismas de aorta abdominal infrarrenal (AAA) ≥ 5,5 cm durante a pandemia por COVID-19. No entanto, nas recomendações também são sugeridos os tempos ótimos para diferir e tudo deve se ajustar na balança risco de transmissão/risco de ruptura.  O risco anual de ruptura pode ser estimado

Subutilización del tratamiento médico en enfermedad vascular periférica

Que endoleaks tipo 2 devem ser tratados?

Este trabalho coloca ênfase na necessidade de sermos conservadores com os endoleaks tipo 2 e também na relevância de que seja gerada informação prospectiva de longo prazo para conhecermos as vantagens da intervenção.  A presença de leaks tipo 2 se associa com reintervenções, já que historicamente se considerou que estes aumentam o risco de ruptura

La endarterectomía precoz parece superior a la angioplastia carotidea en pacientes sintomáticos

Carótida ocluída contralateral define a estratégia de revascularização

Uma lesão significativa na artéria carótida interna somada à oclusão da carótida contralateral é um óbvio fator de alto risco para um procedimento de revascularização. Segundo esta recente publicação feita no JACC, no entanto, isso é válido para a cirurgia mas não para a angioplastia. A presença de uma oclusão carotídea contralateral é um fator

Solução para a regurgitação tipo 1 A após uma endoprótese abdominal

As regurgitações tipo 1 proximais após a reparação endovascular de um aneurisma de aorta abdominal infrarrenal apresentam uma alta complexidade de resolução e não existe um consenso sobre a solução mais adequada.  Este trabalho comparou a opção mais radical para solucionar o problema vs. uma opção mais conservadora, embora não menos desafiadora.  A primeira seria

Solução para a regurgitação tipo 1 A após uma endoprótese abdominal

As regurgitações tipo 1 proximais após a reparação endovascular de um aneurisma de aorta abdominal infrarrenal apresentam uma alta complexidade de resolução e não existe um consenso sobre a solução mais adequada.  Este trabalho comparou a opção mais radical para solucionar o problema vs. uma opção mais conservadora, embora não menos desafiadora.  A primeira seria

SENTINEL: Protección cerebral en TAVI

Buscar aneurismas cerebrais em pacientes com coartação é custo-efetivo?

Os pacientes com antecedente de coartação aórtica têm uma incidência mais alta de aneurismas intracranianos e é mais frequente que sofram uma hemorragia subaracnóidea a uma idade menor do que a população geral.  Os guias da AHA e do ACC recomendam a busca sistemática de aneurismas intracranianos, mas a idade para começar a buscar ou

SOLACI PERIPHERAL | 5° Caso Clínico: Aneurisma de Aorta abdominal com colo hostil

Novo caso clínico da área SOLACI PERIPHERAL! Nesta oportunidade, trazemos um caso sobre “Aneurisma de Aorta Abdominal com Colo Hostil”. Com este caso, encerramos um intenso ano no qual já publicamos 5 casos clínicos para aprofundar e estimular o intercâmbio entre colegas intervencionistas latino-americanos.  Conte-nos sua opinião a respeito do caso nos comentários e responda

Os aneurismas de aorta tratados com Endologix AFX requerem um seguimento especial

Um documento da FDA recentemente publicado traz um lembrete aos médicos e aos pacientes sobre a necessidade de fazer um seguimento anual com imagens por toda a vida naqueles pacientes que tenham recebido uma endoprótese Endologix AFX para tratar um aneurisma de aorta abdominal. O motivo de dito seguimento por toda a vida é o

Riesgo de isquemia colónica luego de la reparación de aneurisma de aorta abdominal

Podemos reduzir o ponto de corte em aneurismas de aorta abdominal?

Novas ferramentas diagnósticas podem nos levar a mudar o clássico ponto de corte de 5,5 cm para os homens de 5 cm para as mulheres. A tecnologia de speckle tracking do ultrassom pode estudar o movimento da parede dos aneurismas de aorta abdominal em tempo real e transformar-se no futuro do diagnóstico e também no

Top