Diabetes e doença vascular periférica: velhas drogas com nova evidência

Este trabalho recentemente publicado no JAHA mostrou que os pacientes com diabetes mellitus tipo 2 que apresentam doença vascular de membros inferiores se beneficiam com a combinação de cilostazol e clopidogrel. 

Diabetes y enfermedad vascular periférica

O tratamento por ao menos 6 meses com 75 mg/dia de clopidogrel e 100 mg/2 vezes por dia de cilostazol reduz significativamente a incidência de eventos isquêmicos incluindo AVC, infarto e morte por causa vascular em comparação com os pacientes que recebem somente clopidogrel. 

Acrescentar cilostazol não só reduz os eventos isquêmicos sistêmicos mas também melhora o índice tornozelo/braço e a distância de caminhada sem claudicação. E, por último mas não menos importante: acrescentar cilostazol não aumenta o risco de sangramento total, sangramento maior ou sangramento que ponha em risco a vida em comparação com o grupo que recebeu somente clopidogrel. 

O estudo randomizou 1:1 de maneira aberta 391 pacientes que continuaram com clopidogrel vs. 403 pacientes aos quais se acrescentou o cilostazol ao clopidogrel que já estavam recebendo. 


Leia também: Novas diretrizes de valvopatias com importantes atualizações em TAVI e insuficiência mitral.


Após um seguimento médio de 27 meses observou-se uma redução significativa do desfecho combinado de AVC, infarto e morte cardiovascular no grupo clopidogrel + cilostazol (HR 0,468; IC 95%, 0,252 a 0,870; p = 0,016).

A combinação de drogas também reduziu o desfecho de AVC isquêmico transitório (HR 0,38; IC 95%, 0,15 a 0,98; p = 0,046), índice tornozelo/braço e distância de caminhada livre de dor (p < 0,001 para ambos).

Não foram observadas diferenças em termos de sangramento segundo os critérios BARC (Bleeding Academic Research Consortium).

Conclusão

Indicar a combinação de clopidogrel mais cilostazol em pacientes com diabetes tipo 2 e doença vascular sintomática dos membros inferiores reduz os eventos isquêmicos, melhora os sintomas de claudicação sem aumentar o risco de sangramento em comparação com a monoterapia de clopidogrel. 

Descargar (PDF, Unknown)

Título original: Efficacy and Safety of Adjunctive Cilostazol to Clopidogrel-Treated Diabetic Patients With Symptomatic Lower Extremity Artery Disease in the Prevention of Ischemic Vascular Events.

Referência: Kallirroi Kalantzi et al. J Am Heart Assoc. 2021;10:e018184.  DOI: 10.1161/JAHA.120.018184.


Gostaria de receber um resumo semanal com os últimos artigos científicos?

*

Top