Tag Archives: apixaban

terapia antitrombótica triple

Após alta por COVID-19 são necessários os antitrombóticos?

Após alta por COVID-19 são necessários os antitrombóticos?

Segundo este recente trabalho (que proximamente será publicado no JAMA), a terapia antitrombótica não traz nenhum benefício clínico aos pacientes estáveis e ambulatoriais (mas sintomáticos) com COVID-19. Tanto a aspirina como a apixabana em doses terapêuticas profiláticas não conseguiram reduzir os eventos cardiovasculares maiores em comparação com o placebo. Esses eventos já são muito raros

ACC 2021 | ATLANTIS: Apixaban post TAVI vs tratamiento estándar

ACC 2021 | ATLANTIS 4D-CT: apixabana e trombose subclínica pós-TAVI

Indicar apixabana após o implante percutâneo da valva aórtica (TAVI) não reduz significativamente o risco de trombose subclínica das valvas em comparação com o tratamento padrão. Estes dados surgem do subestudo com tomografia ATLANTIS, apresentado durante as sessões científicas do congresso do ACC 2021. Naqueles pacientes que não apresentavam indicação prévia de anticoagulação a apixabana

ACC 2021 | ATLANTIS: Apixaban post TAVI vs tratamiento estándar

ACC 2021 | ATLANTIS: Apixabana pós-TAVI vs. tratamento padrão

Segundo o estudo randomizado ATLANTIS, apresentado hoje no congresso do ACC 2021, acrescentar apixabana ao tratamento dos pacientes submetidos a implante percutâneo da valva aórtica (TAVI) não foi superior ao tratamento antitrombótico padrão. Levando em consideração a fácil indicação e seu perfil de segurança, poderia ser uma opção aos antagonistas da vitamina K para os

ACC Virtual 2020 | CARAVAGGIO: Apixaban en tromboembolismo venoso asociado al cáncer

ACC Virtual 2020 | CARAVAGGIO: Apixabana em tromboembolismo venoso associado ao câncer

A apixabana oral foi não inferior à dalteparina subcutânea para o tratamento do tromboembolismo venoso associado ao câncer sem que tenha sido observado um incremento dos sangramentos maiores.  As diretrizes mais recentes recomendam o uso de edoxabana ou rivaroxabana para o tratamento do tromboembolismo venoso associado ao câncer. No entanto, a evidência dos novos anticoagulantes

anticoagulated patients that receive angioplasty

Beneficio da anticoagulação em idosos com fibrilação atrial

As diretrizes recomendam a anticoagulação oral para todos os pacientes ≥ 75 anos com fibrilação atrial. Há, no entanto, escassa evidência do benefício clínico específico em idosos.  Este trabalho analisou o benefício clínico específico por toda a vida nos pacientes de mais de 75 anos com fibrilação atrial tratados com varfarina ou apixabana em comparação

ACC 2019 | POET: los antibióticos vía oral con buenos resultados a largo plazo en endocarditis

ACC 2019 | AUGUSTUS: Apixaban e um inibidor do P2Y12 é a melhor combinação para FA e angioplastia

A aspirina incrementa o sangramento sem nenhum benefício isquêmico, mas uma tendência a mais tromboses de stents com o placebo garantem mais estudos. Os pacientes com fibrilação atrial que recebem anticoagulação e angioplastia coronariana com stent e continuam com aspirina apresentam um maior risco de sangramento sem benefício isquêmico algum.   O uso de um

Top