Tag Archives: fluxo fracionado de reserva

reserva fraccional de flujo

FFR derivado da angiografia: software complicado ou realidade iminente?

FFR derivado da angiografia: software complicado ou realidade iminente?

O FFR derivado da angiografia pôde demonstrar sua grande utilidade, especialmente em pacientes com lesão de 3 vasos. O escore Syntax funcional derivado da angiografia tem o potencial de redefinir prognósticos e estratégias de tratamento em comparação com o clássico escore Syntax anatômico. O estudo teve como objetivo ver a aplicabilidade do método em pacientes

iFR en lesiones no culpables: el momento de la medición parece cambiar la historia

O iFR se consolida para avaliar lesões intermediárias no contexto da estenose aórtica

O que foi um grande vazio durante muito tempo e fez-nos tratar “por via das dúvidas” muitas lesões intermediárias (com a desculpa de que era impossível valorar realmente seu comprometimento funcional e de que caso fosse necessário fazer o tratamento uma vez implantada a válvula seria mais complicado) agora, de repente, começa a ficar claro

Nuevo dispositivo para medición del FFR permite cruzar la lesión con nuestra guía preferida

Segurança de diferir lesões com iFR ou FFR em pacientes estáveis e agudos

Globalmente, diferir lesões para revascularização é seguro tanto com FFR quanto com iFR, associando-se a uma baixa taxa de eventos (de aproximadamente 4%). As lesões foram mais frequentemente diferidas quando se utilizou iFR para a avaliação funcional que quando se utilizou FFR. As lesões diferidas apresentaram significativamente mais eventos nos pacientes agudos que nos crônicos

TCT 2018 | FAST-FFR: FFR derivado de la angiografía, sin hiperemia y sin necesidad de cruzar la lesión

TCT 2018 | FAST-FFR: FFR derivado da angiografia, sem hiperemia e sem necessidade de cruzar a lesão

Em todo o mundo, a medição funcional das lesões continua sendo subutilizada, dada a necessidade de hiperemia (pode ser evitada com iFR) e, sobretudo, a necessidade de cruzar a lesão com o cateter-guia para realizar a medição. Ditos guias melhoraram muito, mas estão longe de ter a capacidade de navegar que têm os cateteres “work

FUTURE: una piedra en el zapato para el FFR y más preguntas que respuestas

ESC 2018 | FUTURE: uma pedra no sapato para o FFR e mais perguntas que respostas

Como foi observado na análise preliminar que motivou a finalização prematura do estudo FUTURE, o uso de fluxo fracionado de reserva (FFR) para guiar a revascularização em uma população não selecionada com múltiplos vasos se associou ao dobro de mortalidade após um ano, sem benefício em outros desfechos. Embora no desfecho primário combinado de mortalidade

El FFR ahorra síntomas a los pacientes y costos a los financiadores de salud

FFR vs. angiografia para guiar a cirurgia de revascularização miocárdica

A maioria dos cirurgiões cardiovasculares do mundo – tanto na prática diária quanto nos estudos randomizados, como por exemplo o Syntax ou o Freedom – revascularizam as lesões > 50% de seus pacientes com angiografia convencional. Muitas de ditas lesões provavelmente não sejam funcionalmente significativas. Existe esmagadora evidência a favor da avaliação funcional das lesões

ORBITA: Todavía no terminamos de entender la relación entre la isquemia y los síntomas

EuroPCR 2018 | ORBITA: Ainda não terminamos de entender a relação entre a isquemia e os sintomas

Os testes fisiológicos invasivos utilizados no estudo ORBITA não puderam predizer que pacientes se beneficiariam com angioplastia vs. placebo (procedimento sham) nos termos do desfecho primário do trabalho, que foi a melhora do tempo de exercício. Estes dados foram apresentados no EuroPCR 2018 e simultaneamente publicados no Circulation. Os resultados deflagram um debate sobre a

El FFR reduce la muerte y el infarto comparado con el tratamiento médico

EuroPCR 2018 | O FFR reduz a morte e o infarto em comparação com o tratamento médico

Os dados combinados dos maiores trabalhos publicados nos últimos tempos (FAME 2, Compare-Acute e DANAMI3-PRIMULTI) dão como resultado uma diferença significativa a favor do FFR em desfechos duros. A revascularização coronariana guiada por fluxo fracionado de reserva reduz o risco de morte e infarto em comparação com a terapia médica ótima em pacientes com doença

FAME 2: el FFR muestra su beneficio a 5 años en puntos duros

EuroPCR 2018 | FAME 2: o FFR mostra seu benefício em 5 anos em desfechos duros

Após 5 anos de seguimento e, pela primeira vez, a avaliação funcional com FFR mostrou um benefício claro em um desfecho duro: o infarto agudo do miocárdio. O uso do FFR em pacientes com doença coronariana estável para definir as lesões funcionalmente significativas e tratar mediante angioplastia somente estas últimas tem um benefício a longo prazo em

Registro SCAAR a 10 años: el FFR mejora la toma de decisiones a muy largo plazo

Registro SCAAR de seguimento de 10 anos: o FFR melhora a tomada de decisões a muito longo prazo

O registro SCAAR buscou mostrar diferenças em termos de mortalidade a muito longo prazo quando é utilizada a avaliação funcional das lesões coronarianas (avaliação com FFR ou com iFR) em pacientes com angina crônica estável. Entre janeiro de 2005 e março de 2015 foram avaliados 3.460 pacientes que receberam FFR/iFR para a tomada de decisões

Top