Tag Archives: doença coronariana

Estenosis aórtica moderada y disfunción ventricular ¿debería apurarse la indicación del recambio?

Melhora da função ventricular pós-revascularização: menos eventos para todos os subgrupos?

Melhora da função ventricular pós-revascularização: menos eventos para todos os subgrupos?

Segundo os estudos STITCH e STITCHES, em pacientes com doença coronariana e deterioração da função ventricular, a revascularização de um miocárdio viável pode chegar a reverter a disfunção ventricular sistólica.  Essa melhora da função ventricular com a revascularização, principalmente relacionada com a cirurgia de revascularização miocárdica (CRM), melhora a sobrevida a longo prazo em comparação

El uso de imágenes intravasculares para guiar la angioplastia reduce el riesgo de muerte cardiovascular en comparación con la angiografía

Eventos cardiovasculares em 5 anos após postergação da revascularização guiada por FFR. Devemos nos guiar somente pelo valor obtido com o FFR?

O fluxo fracionado de reserva (FFR) demonstrou sua segurança e eficácia em diferentes estudos mas ainda não sabemos se o mesmo se mantém em 5 anos.  O objetivo deste registro multicêntrico foi avaliar o impacto do risco trombótico (medido pelo escore de CREDO-Kyoto) como preditor de eventos cardiovasculares em 5 anos em pacientes nos quais

¿Cirugía bariátrica por cateterismo?

Será a revascularização coronariana útil em pacientes candidatos a transplante renal?

A doença cardiovascular é a principal causa de morte em pacientes com transplante renal funcionante, chegando a representar 30% dos óbitos, com a taxa mais alta no período peritransplante. Por sua vez, a incidência de infarto agudo do miocárdio (IAM) após um transplante renal é de 5% a 11%. Devido a isto, os candidatos a

Reperfusión en tiempos de coronavirus

A epinefrina é superior à adenosina em No-REFLOW?

A prevalência de No-reflow é de 32% em pacientes com síndrome coronariana aguda. Distintos fármacos têm sido utilizados de forma intracoronariana para seu tratamento, tais como a adenosina, o verapamil, o nitroprusseto ou a nicardipina, tendo como consequência a hipotensão arterial.  O objetivo deste estudo randomizado foi determinar a efetividade do uso da epinefrina intracoronariana

O mais importante de 2021 em doença coronariana

No último ano somaram-se muitíssimas novas informações no âmbito da doença coronariana, o que propiciou a modificação de práticas, o aparecimento de novas hipóteses ou simplesmente proporcionou maior sustentação em relação à evidência já existente.  Nesta nova seleção editorial, compartilhamos os trabalhos mais significativos do ano passado para que você se mantenha atualizado nos principais

Os artigos mais lidos de 2021 | Doença coronariana

Mais um chega ao fim e a SOLACI propõe repassar os trabalhos mais lidos da nossa web em um tópico muito importante, que é a doença coronariana.  Mantenha-se atualizado conosco.  Os artigos mais lidos de 2021 em doença coronariana 01- Os betabloqueadores devem ser tomados por toda a vida após um infarto? Os pacientes tratados

Sangrado y mortalidad en el reemplazo valvular aórtico por catéter

Estudo AFIRE | Os riscos ocultos depois de um sangramento em doença coronariana e fibrilação atrial

Os pacientes com fibrilação atrial (FA) e doença coronariana estável que apresentam sangramento maior têm um altíssimo risco de eventos cardiovasculares subsequentes. É preciso prevenir os sangramentos mas também o risco de eventos e morte cardiovascular posterior. Já faz tempo que conhecemos a associação entre a angioplastia coronariana, o sangramento precoce e o incremento da

revascularizacion incompleta en cirugia no cardiaca

A melhor revascularização em pacientes com deterioração do ventrículo esquerdo

A doença coronariana de múltiplos vasos associada à deterioração da função ventricular é um desafio em termos de riscos na hora de tomar a decisão sobre que estratégias utilizar para revascularizar. Conforme esta recente análise do registro SCAAR, publicada no European Heart Journal, o seguimento a longo prazo parece justificar o maior risco inicial. Quando

ffr tomografia

Concordância entre tomografia e angiografia em pacientes do ISCHEMIA

A angiografia guiada por tomografia mostrou uma alta concordância com a angiografia convencional para identificar doença coronariana significativa e descartar doença do tronco.  Dita angiografia por tomografia foi feita em um grupo de pacientes antes da randomização no estudo ISCHEMIA.  Estes dados serão proximamente publicados no JACC imagens e somam muita evidência a favor do

Top