Tag Archives: doença coronariana

ffr tomografia

Concordância entre tomografia e angiografia em pacientes do ISCHEMIA

Concordância entre tomografia e angiografia em pacientes do ISCHEMIA

A angiografia guiada por tomografia mostrou uma alta concordância com a angiografia convencional para identificar doença coronariana significativa e descartar doença do tronco.  Dita angiografia por tomografia foi feita em um grupo de pacientes antes da randomização no estudo ISCHEMIA.  Estes dados serão proximamente publicados no JACC imagens e somam muita evidência a favor do

Ischemia

ISCHEMIA: uma nova análise pode mudar a interpretação do estudo?

Uma nova análise do ISCHEMIA mostrou que os resultados do estudo são altamente dependentes da definição que se dê ao infarto. A conclusão original mostrou uma diferença significativa entre a estratégia invasiva e a conservadora utilizando a definição mais sensível de infarto: a elevação de troponinas.  Ao analisar os eventos utilizando a definição de infarto

Os artigos mais relevantes sobre doença coronariana de 2020

01- ACC 2020 Virtual | O controverso estudo ISCHEMIA chega finalmente a NEJM Em novembro de 2019 durante as sessões científicas da AHA foi apresentado este revolucionário estudo que atraiu a atenção de todos os cardiologistas. Tínhamos que esperar até março para poder ler a letra miúda e, naquele momento, uma pandemia global como a que estamos

Efecto a largo plazo de los balones liberadores con bajas dosis de paclitaxel

O FFR global como prognóstico em vez da isquemia

O fluxo fracionado de reserva (FFR) global consiste em somar o resultado da medição nos três principais vasos coronarianos. O número resultante representa o valor aterosclerótico fisiológico e pode predizer eventos a longo prazo que produzem isquemia em pacientes sem lesões estenóticas.  Este recente estudo publicado no JAHA analisou os eventos cardiovasculares maiores (morte, infarto

Protrusión de placa en angioplastia carotidea ¿Qué riesgo implica y cómo prevenirlo?

O volume de placa acima do grau de estenose

Todos os paradigmas mudam em algum momento. Após anos opacado pelo grau de estenose, emerge o volume de placa como um melhor preditor de eventos cardiovasculares e morte. Assim, pacientes com um grau comparável de carga aterosclerótica teriam um prognóstico similar sem importar o fato de as lesões serem ou não obstrutivas.  O objetivo deste

AHA 2020 | AFFIRM-AHF: Suplemento de hierro y menos hospitalizaciones por insuficiencia cardíaca

AHA 2020 | Efeito do evolocumabe em coronária complexa que requer revascularização

O evolocumabe, um inibidor do PCSK9, mostrou uma significativa redução do risco de desenvolver doença coronariana complexa que requer revascularização (seja angioplastia complexa ou cirurgia de revascularização miocárdica).  Os inibidores da pró-proteína convertase subtilisina/quexina tipo 9 (PCSK9) induzem regressão das placas e poderiam eventualmente reduzir a necessidade de revascularização, especialmente as revascularizações complexas.   O estudo

Stress mental, activación de la corteza frontal y angina de pecho

Estresse mental, ativação do córtex frontal e angina de peito

Historicamente, pensamos que o estresse mental poderia induzir angina por aumento do nível de catecolaminas e do duplo produto de uma maneira similar ao que faz o estresse físico.  Este inovador trabalho publicado no Circ Cardiovasc Imaging mostra que a ativação de lugares específicos do cérebro se associa de maneira independente à angina e a

Webinar SOLACI Research | Left Main Coronary Disease Controversy After EXCEL 5 Years

Webinar SOLACI Research | Left Main Coronary Disease Controversy After EXCEL 5 Years

Veja novamente nosso Webinar sobre “Left Main Coronary Disease Controversy After EXCEL 5 Years” em nossa conta do YouTube. Sua opinião nos interessa. Pode deixar abaixo seu comentário, reflexão, pergunta ou o que desejar. Será mais que bem-vindo.

Aceite de oliva y riesgo cardiovascular ¿A mayor consumo menos enfermedad?

Azeite de oliva e risco cardiovascular: quanto maior o consumo menor a taxa de enfermidades?

Um alto consumo de azeite de oliva se associou a um menor risco de doença coronariana e cardiovascular em duas grandes coortes prospectivas de homens e mulheres.  Substituir a margarina, a manteiga, a maionese e as gorduras provenientes do leite por azeite de oliva pode ter um grande impacto na saúde cardiovascular.  Os benefícios do

Top