Tag Archives: revascularização

Continuar con la actividad física luego de un IAM reduce la mortalidad

Exercício supervisionado e revascularização para claudicação intermitente

Exercício supervisionado e revascularização para claudicação intermitente

A combinação de tratamento médico ótimo com angioplastia e com o exercício supervisionado parece ser a primeira linha de tratamento para os pacientes com claudicação intermitente em termos de máxima distância caminhada e qualidade de vida. Esta combinação requer uma equipe multidisciplinar para obter os melhores resultados. O objetivo deste trabalho foi realizar uma metanálise

La enfermedad coronaria funciona como un predictor a 30 días en el TAVI

Doença coronariana sem sintomas, a isquemia silente é a dor de cabeça dos cardiologistas

Necessitamos mais evidências que nos guiem no tratamento da isquemia silenciosa. A doença coronariana demonstrada, mas em ausência de sintomas objetiváveis é um problema para os cardiologistas, já que nestes casos os mesmos não contam com a suficiente evidência que oriente no corte do risco/benefício que justifique a revascularização. Revascularizar o resultado de um estudo

Angioplastia vs cirugía en isquemia crítica a largo plazo

Fragilidade e isquemia crítica crônica, um novo desafio ao qual nos enfrentamos

Gentileza do Dr. Carlos Fava. A isquemia crítica crônica é o estágio final da doença vascular periférica e está associada com dor em repouso, lesões tróficas e gangrena. Também se relaciona com amputação e diminuição da mobilidade. Um dos desafios é quando se apresenta nos pacientes frágeis. Esta população se encontra em ascensão e dispomos

El éxito de la angioplastia sobre las CTO por reestenosis disminuye la mortalidad cardíaca

A reestenose não parece ser tão benigna como acreditávamos

Uma nova revascularização sem complicações e de forma programada ocasionada pela reestenose de um stent se associa a uma maior mortalidade segundo esta nova metanálise que será publicada proximamente no J Am Coll Cardiol Intrv. Historicamente, os intervencionistas viam a revascularização repetida (TLR) como algo que “injustamente” aumentava os eventos combinados nos estudos clínicos e

Debemos hacer la mejor revasculirazión coronaria previo al TAVI

Devemos fazer a melhor revascularização coronariana antes do TAVI

A presença de doença coronariana em pacientes com estenose aórtica é alta, e ronda os 50%-70% dos casos. Isso gera um grande desafio na estratégia a escolher e nas ações que podemos realizar. Embora esteja demonstrado que a revascularização completa (RC) é benéfica, muitas vezes é difícil alcançá-la. Ao contrário, realizando uma revascularização incompleta aceitável

¿Cuál es el pronóstico en las reintervenciones en la isquemia critica de MM.II.?

Qual o prognóstico para as reintervenções na isquemia crítica de membros inferiores?

A ATP infrapoplítea (BTK) na isquemia crônica crítica (CLI) foi reconhecida como uma estratégia útil, mas devido à severidade da calcificação das artérias produz-se uma reestenose significativa. A repetição da ATP e o manejo das lesões tróficas ajudam na resolução das feridas. Contudo, dita conduta foi pouco avaliada até o momento. Foram incluídos 152 pacientes (175 membros) que

El primer balón liberador de sirolimus probado en reestenosis intrastent demostró excelentes resultados

O primeiro balão eluidor de sirolimus provado em reestenose intrastent apresentou excelentes resultados

Houve muito progresso desde os estudos que mostraram mais de 40% de nova revascularização da angioplastia com balão convencional por reestenose de um stent BMS. Os stents farmacológicos chegaram para melhorar o problema, mas nunca alcançaram 0% de reestenose, motivo pelo qual surgiram tecnologias como os balões eluidores de paclitaxel, que mostraram uma eficácia razoável (reintervenções de entre 8% e

Los DES liberadores de everolimus son más eficaces y menos costosos que los stent metálicos convencionales

Os DES eluidores de everolimus são mais eficazes e menos onerosos que os stents metálicos convencionais

Gentileza do Dr. Guillermo Migliaro. Os stents eluidores de droga (DES) representam o maior avanço tecnológico para o tratamento da reestenose intrastent dos stents metálicos convencionais (BMS). Especialmente os stents de cromo-cobalto (CC) e eluidores de everolimus (EES) mostraram um excelente perfil, sobretudo de segurança, quando comparados com os DES de primeira geração.   Com

COMPARE-ACUTE: FFR para guiar la revascularización de vasos no culpables en la angioplastia primaria

COMPARE-ACUTE: FFR para guiar a revascularização de vasos não culpados na angioplastia primária

Gentileza da SBHCI. Aproximadamente 50% dos pacientes com um infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento do segmento ST em curso apresentam, concomitantemente, lesões em outro vaso. Tratar ou não ditas lesões secundárias, assim como definir o momento para tratar os vasos não responsáveis pelo infarto continua sendo um dilema.   O estudo COMPARE-ACUTE foi publicado

Seguimiento a 10 años de estrategia invasiva vs conservadora en infartos sin supradesnivel del ST

Seguimento de 10 anos de estratégia invasiva vs. conservadora em infartos sem supradesnivelamento do ST

    O estudo ICTUS (Invasive Versus Conservative Treatment in Unstable Coronary Syndromes) comparou a estratégia invasiva precoce com uma estratégia seletivamente invasiva em pacientes cursando uma síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do segmento ST (SCASEST) mas com elevação de marcadores como a troponina T. Já havia sido publicada a ausência de benefício da estratégia

Top