Tag Archives: tratamento médico

EuroPCR 2021 | Un nuevo meta-análisis desafía al ISCHEMIA

EuroPCR 2021 | Uma nova metanálise desafia o ISCHEMIA

EuroPCR 2021 | Uma nova metanálise desafia o ISCHEMIA

Este trabalho sugere que os pacientes com doença coronariana estável que recebem revascularização coronariana eletiva se beneficiam em termos de mortalidade cardíaca a longo prazo comparando-se com os pacientes que só recebem tratamento médico. Esses achados foram apresentados no EuroPCR 2021 e simultaneamente publicados no European Heart Journal, desafiando os resultados do estudo ISCHEMIA. Segundo

Beta Bloqueantes

Os betabloqueadores devem ser tomados por toda a vida após um infarto?

Os pacientes tratados de maneira ótima após um infarto não parecem se beneficiar a longo prazo com o uso dos betabloqueadores quando não apresentam insuficiência cardíaca ou deterioração da função sistólica.  Este trabalho investigou se existe algum efeito cardioprotetor dos betabloqueadores (BB) após vários anos de seguimento em pacientes estáveis com antecedente de infarto e

Saltearse el desayuno y riesgo cardiovascular

Regressão de placas de alto risco com mudanças do estilo de vida

Uma intervenção na dieta e no estilo de vida de nossos pacientes somada à terapia médica ótima é capaz de diminuir o ritmo da progressão e reduzir o volume de placas moles em comparação com o tratamento médico unicamente. As mudanças no estilo de vida e na dieta estão entre as estratégias mais importantes para

Subutilización del tratamiento médico en enfermedad vascular periférica

Subutilização do tratamento médico na doença vascular periférica

Menos da metade dos pacientes que são submetidos a uma angioplastia nos membros inferiores recebem alta com tratamento médico ótimo.  Os fatores de risco tradicionais foram preditores de um tratamento mais completo, embora as mulheres e os pacientes com maior risco de trombose ou mais predispostos à perda do membro inferior tenham estado longe de

Tratamiento médico óptimo

O tratamento médico é mais efetivo que a angioplastia em diminuir a mortalidade por sangramento?

Os sangramentos após a alta em pacientes admitidos por uma síndrome coronariana aguda se associam com um incremento da mortalidade por qualquer causa. No entanto, isso é verdadeiro tanto para pacientes submetidos a angioplastia quanto para aqueles que são manejados com tratamento médico.  Os dados aqui apresentados são interessantes, já que é frequente que um

Seguridad de los balones con paclitaxel en enfermedad vascular periférica

Doença vascular periférica subestimada e subtratada

Em comparação com os pacientes com doença coronariana ou cerebrovascular, os pacientes com doença vascular periférica têm menos chances de receber medicamentos com evidência comprovada como as estatinas (apesar de terem um risco similar ou inclusive maior que seus pares).  A mensagem é que devemos ser mais ativos tanto na busca de fatores de risco

Revascularización vs tratamiento médico inicial en pacientes crónicos

EuroPCR 2020 | Revascularização vs. tratamento médico inicial em pacientes crônicos

Não existe uma vantagem em termos de mortalidade com a revascularização coronariana invasiva em comparação com o tratamento médico inicial em pacientes com doença coronariana crônica. No entanto, segundo esta nova metanálise publicada no Circulation e apresentada de maneira virtual no EuroPCR 2020, a revascularização conseguiu reduzir a incidência de angina instável e os sintomas

AHA 2019 | ISCHEMIA-CKD: insuficiencia renal crónica y enfermedad coronaria estable

AHA 2019 | ISCHEMIA-CKD: insuficiência renal crónica e doença coronariana estável

Dentre os pacientes do ISCHEMIA global, aqueles com insuficiência renal crônica são um subgrupo de especial alto risco. No entanto, do mesmo modo que ocorreu com a população geral do estudo, uma estratégia invasiva com coronariografia seguida de revascularização não melhorou os eventos  Segundo a apresentação do Dr. Bangalore durante as sessões científicas do AHA

Infarto agudo de miocardio y lesiones de múltiples niveles

IAMST em dissecções coronarianas: quando devemos tratá-la e quais são os seus resultados?

Gentileza do Dr. Carlos Fava. Geralmente, a dissecção coronariana (DC) é pouco frequente em mulheres jovens e apresenta melhor evolução com tratamento médico. No entanto, em certas ocasiões se associa à elevação do segmento ST. Em tal cenário, a angioplastia com implante de stent é um verdadeiro desafio. Foram analisados 4.298 pacientes que tiveram IAMST.

Medicação antianginosa antes e depois de uma recanalização

O incremento ou a redução da medicação antianginosa foi menos comum que a manutenção de todo o tratamento sem mudanças após uma recanalização de uma oclusão total crônica com pequenas variações. É necessário realizar mais estudos para saber que pacientes se beneficiariam ou não com estas drogas bem como desenvolver estratégias para ajustar o tratamento

Top