Tag Archives: rivaroxaban

ACC 2021 | VOYAGER PAD: utilidad del rivaroxaban luego de una angioplastia periférica

ACC 2021 | VOYAGER PAD: utilidade da rivaroxabana após de uma angioplastia periférica

ACC 2021 | VOYAGER PAD: utilidade da rivaroxabana após de uma angioplastia periférica

Os pacientes com doença vascular periférica submetidos a angioplastia em território dos membros inferiores se beneficiam com o tratamento com rivaroxabana segundo o estudo VOYAGER PAD apresentado nas sessões científicas do ACC 2021 e simultaneamente publicado no JACC. Os pacientes com doença vascular periférica não só apresentam um alto risco de eventos isquêmicos nos membros

AHA 2020 | RIVER: Rivaroxaban como alternativa a la warfarina en pacientes con fibrilación auricular y protesis mitral biológica

AHA 2020 | RIVER: Rivaroxabana como alternativa à varfarina em pacientes com fibrilação atrial e prótese mitral biológica

O rivaroxabana parece ser uma alternativa razoável à varfarina em pacientes com fibrilação atrial e prótese mitral biológica. Estes resultados surgem do estudo RIVER apresentado no congresso AHA 2020 e simultaneamente publicado no NEJM. Depois de 5 anos de acompanhamento, o rivaroxabana alcançou o critério de não inferioridade em relação ao desfecho primário de morte,

Sangrados mayores en pacientes con AAS más rivaroxabán

Impacto sobre mortalidade com Rivaroxabana após a alta

Estender a duração da profilaxia tromboembólica com rivaroxabana em pacientes que foram hospitalizados por condições clínicas reduz em 28% os eventos fatais e tromboembólicos maiores sem pagar por isso um preço em sangramentos maiores. Os pacientes hospitalizados por condições clínicas correm o risco de apresentarem eventos tromboembólicos, motivo pelo qual a profilaxia durante a internação

ACC 2020 Virtual | PRONOMOS: Rivaroxaban superior a la enoxaparina en cirugías ortopédicas

ACC 2020 Virtual | PRONOMOS: Rivaroxabana superior à enoxaparina em cirurgias ortopédicas

Segundo este novo estudo apresentado de forma virtual no suspenso congresso da ACC 2020 e simultaneamente publicado no NEJM a rivaroxabana é mais efetiva que a enoxaparina na prevenção do tromboembolismo venoso durante o período de imobilização após uma cirurgia ortopédica não maior dos membros inferiores.  Após uma cirurgia ortopédica existe um período transitório de

ACC 2020 Virtual | VOYAGER PAD: a rivaroxabana supera a aspirina no que se refere à prevenção de eventos

Em pacientes com doença vascular periférica que são submetidos a revascularização, a combinação de rivaroxabana (Xarelto) e baixas doses de aspirina são superiores à somente aspirina para prevenir eventos isquêmicos agudos dos membros inferiores, amputações, eventos cardiovasculares e AVC. Os resultados do VOYAGER PAD se somam aos do COMPASS, mostrando que a combinação de terapias

ACC 2020 Virtual | Sub-análisis del COMPASS: la diabetes aumenta el beneficio del rivaroxaban más AAS

ACC 2020 Virtual | Subanálise do COMPASS: a diabetes aumenta o benefício da rivaroxabana mais AAS

Nos pacientes com doença coronariana ou periférica estável a diabetes aumenta o benefício da combinação de baixas doses de rivaroxabana somada à aspirina vs. somente a aspirina.  Esta análise estava pré-especificada no protocolo do COMPASS e foi apresentada de forma virtual no ACC 2020 e simultaneamente publicada na revista Circulation.  Os pacientes com diabetes mostraram

AHA 2019 | GALILEO-4D: rivaroxabán y prevención de engrosamiento y trombosis de las valvas post TAVI

AHA 2019 | GALILEO: Rivaroxabana pós-TAVI, outra bela teoria que se choca contra a realidade

Em pacientes sem uma indicação formal para anticoagulação oral após o implante percutâneo bem-sucedido de uma valva (TAVI), a estratégia de tratamento com rivaroxabana 10 mg/dia se associou a um maior risco de morte ou de complicações tromboembólicas e, como se isso fosse pouco, com um maior risco de sangramento em comparação com a estratégia

AHA 2019 | GALILEO-4D: rivaroxabán y prevención de engrosamiento y trombosis de las valvas post TAVI

AHA 2019 | GALILEO-4D: rivaroxabana e prevenção de engrossamento e trombose das valvas pós-TAVI

Este subestudo do GALILEO se dedicou especificamente ao engrossamento e à redução do movimento normal das valvas pós-TAVI documentadas por tomografia 4D. O fato de a anticoagulação com rivaroxabana poder reduzir ou impedir este fenômeno era uma pergunta sem resposta até hoje.  Os pacientes receberam o mesmo esquema que no estudo geral (rivaroxabana mais aspirina

Sangrados mayores en pacientes con AAS más rivaroxabán

Sangramentos maiores em pacientes com AAS mais rivaroxabana

A combinação de doença coronariana ou vascular periférica mais alguma razão para estar anticoagulado – como poderia ser a fibrilação atrial – faz com que tenhamos muitos pacientes recebendo antiagregação com aspirina mais anticoagulação com rivaroxabana, por exemplo.  É sabido que esta combinação (aspirina 100 mg por dia mais rivaroxabana 2,5 mg duas vezes por

ESC 2019 | AFIRE: monoterapia de rivaroxabán en fibrilación auricular y enfermedad coronaria estable

ESC 2019 | AFIRE: monoterapia de rivaroxabana na fibrilação atrial e doença coronariana estável

Em pacientes com fibrilação atrial e doença coronariana estável que não foram submetidos a procedimentos de revascularização no último ano, a monoterapia com rivaroxabana é aparentemente a melhor estratégia de tratamento em comparação com o rivaroxabana mais antiagregação plaquetária. Essa é a conclusão do estudo AFIRE, apresentado durante as sessões científicas do ESC 2019 de

Top